Coloque a sua foto aqui: seja um seguidor do Santa Luzia Online

Em tempo

O deputado estadual Alessandro Novelino [PMN], falecido no último sábado em um trágico acidente aéreo, além de Edinaldo Lucena tinha outros grandes amigos na City: o pecuarista Claudinho e sua esposa Elenita além do Waldete, irmão do vereador Luís Doca.

À propósito, Com o falecimento de Alessandro, a família Novelino foi abatida por mais uma tragédia num espaço de 4 anos: em 2007, seus irmãos Uraquitã e Ubiraci Novelino foram barbaramente assassinados e os corpos ocultados, com pesos e correntes, no fundo da baía do Guajará, tendo grande repercursão no estado.


Uma galerinha descolada da City criou há dias um happy hour que está dando o que falar, por conta do sucesso alcançado que fique bem claro: trata-se da "Quinta do Vinho", que como o próprio nome sugere, acontece todas as quintas-feiras regado a muito vinho e tira-gosto além do descontraído bate-papo entre os assíduos frequentadores.

No último domingo a prefeitura de Cachoeira do Piriá realizou concurso público para o preenchimento de mais de 500 vagas distribuídas entre os vários setores da administração direta e para todos os níveis de escolaridade. A procura foi tão grande que surpreendeu a empresa responsável pelo certame que inscreveu mais de 3.500 candidatos, segundo informações.

O afastamento do prefeito de Santa Luzia, "Louro do PT", determinado por ordem judcicial proferida pelo juiz de direito da Comarca de Santa Luzia, Dr. André Filo-Creão da Fonseca, por conta das gravíssimas denúncias de desvios de recursos públicos e corrupção que pesam sobre o alcaide, foi o assunto mais comentado entre os luzienses nas redes sociais durante todo o dia de ontem. Até aí nada de anormal, porém o que chamou atenção mesmo foi o público interessado na discussão: jovens e adolescentes de no máximo 20 anos que botaram a boca no trombone expressando muita indignação com a situação do município saqueado pelo governo petista.

À propósito, o grande número de obras paradas [estádio, matadouro, ginásio de esportes, hospital, "fábrica de açaí"...] foi o tema que mais recebeu atenção do internautas, seguido dos desvios de recursoso dos cofres da prefeitura e, consequentemente, o enriquecimento rápido e injustificável dos principais valetes do finado governo petista.

Segundo um amigo próximo do vereador Zé Luís [PSD], aquele que dispensa comentários, o dito cujo é um verdadeiro poço de arrependimentos em relação ao acordo financeiro de R$ 450 mil firmado com a "Quadrilha Solidária" que o alçou para as hostes do ex-governo petista. "Disque" o homem chora o dia inteiro acometido por um violento surto depressivo que já lhe consumiu mais de 20 kg do seu peso, isso antes da queda do apedeuta, imaginem só agora que o tal acordo com um famoso agiota de Capanema não será mais cumprido tirando-lhe tudo o que recebeu em troca da traição para com seus pares em favor da petezada corrupta?

À propósito, o vereador Franço [PR] em um desses raros momentos de lucidez que de vez em quando lhe devolve à realidade, desfraldou as velas e direcionou o leme do seu barco rumo aos integrantes da "Liga da Justiça" fazendo as pazes com a racionalidade ao integrar a base de apoio político do govenro Zaqueu Salomão, que hora se inicia, deixando para trás os companheiros vermelhos, náufragos da sua própria soberba.

Com o retorno do vereador Franço, a "Liga da Justiça", volta a ter maioria absoluta no parlamento municipal, seis integrantes, dois terços, portanto, com musculatura suficiente para afastar o ex-prefeito petista, caso uma daquelas liminares patrocinadas pelo Fundeb seja expedida em seu favor.

O clima de velório não se abateu apenas entre os companheiros da sede do município: segundo fontes do blog, espalhadas por várias comunidades, os petistas do interior estão aos prantos em todos os rincões luzienses. "O chororô é grande", garantiu um interlocutor do signatário do blog, há pouco...

À propósito, a essa hora todos os ex-poderosos dirigentes de autarquias municipais e seus agregados, gente muito arrogante na sua maioria, já estão de partida com destino ao olho da rua onde o ócio e a fila do desemprego lhes esperam.