Coloque a sua foto aqui: seja um seguidor do Santa Luzia Online

Archive for Janeiro 2012

Nota de falecimento - Antonio Gabriel


Acabou de chegar até o signatário do blog a triste informação de que o garotinho Antonio Gabriel [6 anos], neto da professora Dora Guedes, que sofria de Leusemia, perdeu a batalha que travou por anos contra essa doença maldita e partiu para a eternidade no início da manhã de hoje, em um hospital da capital onde encontrava-se em tratamento há alguns meses, sem conseguir encontrar um doador compatível de medula óssea, deixando um grande vazio na vida dos seus pais, familiares e amigos...

Em tempo

A segunda edição do "Bikêra Folia 2011", realizada ontem na avenida, foi, de novo, sucesso absoluto: a galerinha baladeira não arredou o pé até o fim, à meia noite, com os djs Kácio e Heleno Neto que fizeram todo mundo cair na gandaia ao som dos melhores hits do momento.

À propósito, a administração municipal, leia-se a petesada, tentou impedir que o evento fosse realizado. Puro despeito político, pelo fato de que agora o Dj Kácio milita na oposição: há quem diga que a tentativa de "melar" a festa tem as dez digitais do todo poderoso Gedson Xavier, o prefeito de fato.


A folia já deu as caras na City e os próximos finais de semana prometem: dia 11 acontecerá no corredor da folia a festa de lançamento do abadá do "Bloco do Jacaré", sob o patrocínio da Nova Schin e do depósito NC Distribuidora.

Já o bloco "Os Deserdados" fará a festa de lançamento do seu abadá na danceteria Beleza Pura no dia 12 juntamente com a comemoração de aniversário do Dj Judson.
422848_224538567633719_972842157_n

Os parabéns do blog vão para o amigo Claudinho que comemorou idade nova no último sábado, 28, na companhia da sua esposa Elenita, leitora assídua deste blog, dos filhos e dos amigos mais chegados...

O recesso parlamentar termina amanhã e as seções ordinárias da Câmara Municipal deverão ser realizadas já à partir de sexta-feira, 3, com os nobres vereadores tendo que votar em caráter de urgência a LOA [Lei Orçamentária Anual] e a LDO [Lei de Diretrizes Orçamentárias] de 2012, afim de evitar um colapso no município e mais problemas institucionais entre legislativo e executivo, que têm seguido caminhos diametralmente opostos nos últimos tempos.

À propósito, a presidente da câmara, vereadora Lúcia Machado [PT], um poço de vaidades ultimamente, ainda não renovou, por puro despeito, os contratos de quatro assessores parlamentares que servem nos gabinetes de vereadores da oposição que por uma dessas ironias da política, são os mesmos que batalharam para reconduzi-la ao comando da casa. Isso é que é ingratidão...

Fez o maior sucesso, principalmente no interior do município, um jornalzinho contendo as reportagens dos dois principais jornais impressos do estado, O Liberal e Diário do Pará, sobre a corrupção instalada no governo petista e a ação do Ministério Público, distribuído no último sábado.

Segundo informações de uma fonte de alma vermelha o corre-corre na prefeitura e nas casas dos principais comandantes do malsinado governo petista de Santa Luzia se intensificou desde que o Ministério Público fez uma varredura na prefeitura: na tentativa de sumir com as provas que possam comprometer, ainda mais, os honestos companheiros e dá uma legalidade aparente aos muitos malfeitos que existem por lá, a correria tem sido grande atrás de documentos e assinaturas.

Dizem ainda as mesmas fontes, que o material apreendido na ação do Ministério Público é apenas uma pequena amostra das falcatruas praticadas no governo petista, por que o "grosso" mesmo da pilantragem concentra-se nas secretarias de Educação e Saúde que ficaram fora da operação.

Na tentativa de desviar a atenção dos graves problemas que assolam a administração por conta da corrupção patrocinada pelos companheiros, os agentes do governo iniciaram uma série de "inaugurações" pelo interior: a cada sábado o circo vermelho está montado em uma comunidade diferente com a trupe petista fingindo que trabalha e o apedeuta no centro do picadeiro fazendo o seu número de sempre.

Formatura do Ahrnon Oliveira

Ahrnon Oliveira comerou sua formatura em Administração de Empresas, concluído com louvor no final do ano passado, em um churrasco que reuniu seus familiares e os amigos mais próximos no último sábado: abaixo alguns cliques deste momento tão importante na vida de mais um integrante da Família Oliveira a galgar os degraus da formação universitária. Parabéns amigo...

DSC00721

DSC00744

DSC00733

DSC00727

DSC00723

Para ver mais fotos, clique aqui.

Vereadores incansáveis em busca de justiça e punição dos responsáveis pela corrupção no município

DSC08178

A maioria da câmara de vereadores de Santa Luzia, representada pelos vereadores Luís doca [vice-presidente], Nando Vieira [1º Secretário], Robson Federal [presidente da Comissão Processante], Socorro Saldanha e Tião Oliveira, acompanhados do advogado Dr.Guilherme Almeida, estiveram na última quinta-feira, 26/01, na sede do Ministério Público Estadual, onde foram recebidos pelo Procurador Geral de Justiça, Dr. EDUARDO BARLETA, pelo Subprocurador Geral, Dr. MARCOS ANTONIO NEVES e pelo Procurador de Justiça Criminal, Dr. CLÁUDIO BEZERRA MELO, este responsável pelo setor que apura crimes funcionais de prefeitos. Na ocasião, os vereadores fizeram um breve relato do escandaloso desvio de recursos, fraudes em processos licitatórios e outros crimes praticados pelo prefeito Louro do PT, seu filho GÉDSON, atual secretário de finanças. Na ocasião, além de elogiarem o trabalho que vem sendo desenvolvido pela promotora de justiça da Comarca de Santa Luzia, Dra. ADRIANA PASSOS FERREIRA e pelo juiz de direito, Dr. ANDRÉ FILO-CREÃO FONSECA, servidores da justiça que vêm agindo com independência no combate à improbidade e a corrupção no município, solicitaram apoio da Procuradoria Geral para a apuração imediata dos crimes praticados pelo prefeito e sua “quadrilha”, já que há 07 anos o prejuízo causado por essa verdadeira “gang” é terrível para um município carente de recursos e abandonado à própria sorte.

DSC08181b

Logo depois da audiência com o Procurador Geral de Justiça, os vereadores de Santa Luzia se reuniram na sede do Tribunal de Contas dos Municípios-TCM, onde foram recebidos por seu presidente, Conselheiro JOSÉ CARLOS ARAÚJO. Na visita, além do relato crítico sobre a situação administrativa do município, que está mergulhado num lamaçal de fraudes e desvios de recursos, com obras inacabados, ausência de prestações de contas e destruição de documentos, os vereadores solicitaram uma auditoria nos exercícios financeiros de 2009 a 2011, lembrando ao presidente do TCM, que na última Inspeção Extraordinária realizada em 2010, relativa aos exercícios de 2005 a 2008, os auditores foram humilhados pelo prefeito Louro que se recusou a entregar os documentos solicitados para análise, principalmente a respeito de processos licitatórios, já que a ocorrência de fraudes e montagens deixou, há muito, de ser uma suspeita, para se confirmar num grande escândalo de falsificações e desvios, utilizando-se, inclusive, FIRMAS FANTASMAS.

Os vereadores, para provar o alegado, apresentaram,inclusive, um ofício em original do presidente da Comissão de Licitação da Prefeitura, DATADO DE 30 DE ABRIL DE 2008, que solicita à Chefe da Contabilidade da Prefeitura que “CORRA ATRÁS” de documentos para “FECHAR” 23 processos licitatórios de 2007, ofício este que é considerado pela Câmara Municipal como “A CERTIDÃO DA CORRUPÇÃO”.

Corrupção III - à peso de ouro

O chefe do esquema criminoso da prefeitura de Santa Luzia, apontado pelo Ministério Público como o “mentor do esquema”, GÉDSON XAVIER, primogênito do prefeito mais corrupto do Pará, conhecido como “Louro do PT”, andou proclamando, ontem à noite, em uma lanchonete da praça da Igreja Matriz, que a ação da promotora e do juiz da comarca local não vai dar em nada. O todo poderoso “manda chuva” comentou para um amigo que estava em sua companhia que “DINHEIRO NÃO É PROBLEMA”, e que todo mundo tem seu preço.

Disse,ainda, que a “parada” tá saindo cara. Já foi R$ 450 mil para o vereador Zé Luiz, e que mais R$ 200 mil ou R$ 300 mil para um desembargador em Belém pra derrubar a liminar de busca e apreensão dos documentos “vai ser moleza”.

Pra que tem FUNDEB? disse Gédson, deixando esperançoso seu interlocutor, também da panelinha.

Vereadores de Santa Luzia do Pará fazem acusações contra o prefeito

A matéria abaixo foi publicada na edição de hoje, 27 de fevereiro de 2012, do jornal "O Liberal".

CORRUPÇÃO
Município foi alvo de operação policial deslanchada por ordem da Justiça

Uma comissão de vereadores de oposição à prefeitura de Santa Luzia do Pará esteve ontem em Belém para audiências no Ministério Público do Estado [MPE-PA] e no Tribunal de Contas dos Municípios do Pará [TCM-PA]. Os políticos vieram pedir apoio das instituições no combate a corrupção que, segundo eles, está instalada há anos na prefeitura do município. Na semana passada, uma operação policial cumpriu uma ordem judicial de busca e apreensão para recolher materiais referentes a licitações, contatações e pagamentos feitos pela prefeitura, ocupada por Lourival Fernandes de Lima, o Louro do PT.

Segundo o vereador Robson Federal [PSD], a comissão de vereadores foi recebida ontem pela manhã pelo procurador geral de justiça do estado [MPE], Eduardo Barletta. Acompanhado dos vereadores Fernando Vieira [PSB], Luís Doca [PSD], Socorro Saldanha [PSD] e Tião Oliveira [PR], Robson solicitou ao procurador que o Ministério Público dê início a um processo criminal contra o prefeito Louro do PT, por conta de fraudes que estariam ocorrendo em sua gestão. "O Ministério Público já está investigando por improbidade administrativa, através da promotora Adriana Passos. No entanto, como o prefeito tem foro privilegiado, só pode ser processado criminalmente em segundo grau. Por isso fomos manifestar nossa preocupação ao procurador", disse o vereador.

Figura1edit

A comissão de vereadores também esteve ontem em audiência com o presidente do TCM-PA, José Carlos Araújo. "Nós solicitamos que o TCM faça uma auditagem nas contas da prefeitura de Santa Luzia do Pará, de 2009 a 2011", relatou o vereador. Segundo Robson Federal, as autoridades que receberam a comissão se mostraram empenhadas em apurar o caso. "A situação no município é muito grave. A utilização de firmas fantasmas em licitações tem sido uma constante nos últimos anos. É preciso que o prefeito seja afastado imediatamente", frisou.

Os vereadores lamentam que não haja quórum suficiente na Câmara Municipal para pedir a cassação do prefeito. Atualmente a câmara de Santa Luzia conta com nove vereadores, sendo que cinco apoiam a cassação. No entanto seriam necessários seis vereadores [2/3 do total] para que o pedido seja efetivado. "Nós teríamos quórum se um dos vereadores não tivesse sido cooptado pelo prefeito", critica Robson. Os vereadores de oposição denunciam que o vereador José Luís de Lima [PSD] teria feito um acordo político com o prefeito, que teria lhe rendido R$ 450 mil.

Tô fazendo falta pra você

Os usuários do site de relacionamento mais popular atualmente, o Facebook, vão identificar sem problemas a pessoa em questão: até antes da última sexta-feira quando a polícia e o Ministério Público "cataram" os criminosos, operadores da corrupção na administração municipal eram diárias, repetitivas, sem sentido e chatas [para falar a verdade] as atualizações no feed de notícias de um certo perfil na vasta seara virtual luziense.

Não existiam outros assuntos a serem tratados, eram apenas ataques ao PIG [Partido da Imprensa Golpista], aos governos tucanos [idos e atuais] e, principalmente, uma propaganda massiva do livro "A Privataria Tucana", do jornalista Amaury Ribeiro Júnior, à serviço do lulopetismo, que aponta a existência de um suposto esquema de corrupção durante as privatizações ocorridas no governo FHC. Até aí nenhuma novidade, mas o impressionante é o sumiço da referida pessoa do Facebook. Sumiu, desapareceu, escafedeu-se justo nesse momento tão importante quando a justiça apura fatos incontestáveis que apontam a existência de uma organização criminosa dentro da prefeitura reponsável pela falsificação de documentos, pelo desvio de milhões dos cofres públicos através de notas fiscais frias e um robusto esquema de montagem de licitações fraudulentas...

Pôxa! Suas sábias palavras condenando a corrupção nas administrações públicas eram tão profundas. As bravatas e pedidos na solitária campanha de "CPI JÁ", no Facebook, eram tão convincentes e dignas até de condecoração pelo empenho contra a corrupção, esse mal tão nefasto. Cadê você? Sumiu por que? Saiba que estás fazendo muita falta no "Face" e em Santa Luzia... Volte, não desampare seus conterrâneos nesse momento de luta contra a corrupção.

Como se diz em legítimo "facebooquês": #Ficaadica...

Folia na penitenciária

De acordo com os trâmites legais da justiça, o MPE [Ministério Público Estadual] tem 30 dias [a contar da data da realização da operação] para analisar o material apreendido, emitir o relatório final de investigação e pedir a punição dos culpados: fazendo-se as contas, tem neguinho que corre sérios riscos de passar o carnaval... atrás das grades, vendo o sol nascer quadrado. Toma-te!

Bloco do Jacaré 2012

Bloco_do_..

O "Bloco do Jacaré", o mais badalado do carnaval luziense, vem cheio de novidades em 2012: o número de abadás é limitado, apenas 300 unidades, ao módico precinho de R$ 15,00 com direito ao sorteio de um aparelho de celular e outro de um DVD para os seus foliões.

O lançamento oficial do abadá será dia 11 de fevereiro, na avenida, e o tradicional arrastão no Domingo de Carnaval, 18 de fevereiro, puxado por 2 trios elétricos e duas bandas, ainda não definidas, no corredor da folia.

A direção do Bloco do Jacaré convida todos os outros blocos da City a se fazerem presentes no arrastão de domingo para "O Grande Encontro dos Blocos".

Serviços: Cerveja R$ 1,99 em todos os eventos e venda de abadás no Depósito do Nálvison
Patrocínio: Nova Schin e NC Distribuidora
Apoio: Ex-deputado Adamor Aires e Blog Santa Luzia Online
Realização: Diretoria do Bloco do Jacaré

Extra! Extra! Vem aí um jornal especial sobre a roubalheira petista na prefeitura

Em breve estará circulando em todo o município, principalmente no interior, a edição especial de um jornalzinho reproduzindo as reportagens feitas por dois grandes jornais da capital sobre a roubalheira petista na prefeitura: além das reportagens que traz à tona o esquema criminoso de corrupção, chefiado por Gedson e companhia, o periódico trará um encarte contendo a cópia de documentos que comprovam o esquema fraudulento de licitações responsável pelo desvio de recursos público dos cofres da prefeitura.

- Aguardem, muito em breve na sua residência...

Vereadores insones

Segundo informações da "Rádio Cipó News" além dos milhares de documentos que provam por "A + B" todo o esquema criminoso de corrupção comandado pelo PT dentro da prefeitura, a polícia também apreendeu uma gravação, em vídeo, constante no notbook, de R$ 8 mil, do chefão da quadrilha, Gedson Xavier, protagonizado pela presidente da câmara e mais dois vereadores propineiros negociando e recebendo dinheiro para apoiar a bandalheira dos companheiros.

"Disque" desde sexta-feira as excelências só dormem à base de muito calmante por conta do tal vídeo...

Equipe do Samu, de Cachoeira do Piriá, será diplomada pelo Ministro da Saúde

Foto: Neia Santana
O município de Cachoeira do Piriá, administração Antenorzinho Oliveira, está treinado uma equipe de socorristas do Samu [serviço 192], um dos poucos do interior do estado, que será diplomada pelo Ministro da Saúde, Alexandre Padilha, no próximo dia 3 em Capanema durante a inauguração da Upa [Unidade de Pronto Atendimento] naquela cidade que contará com a ilustre visita do ministro.

Bloco do Jacaré 2012

Nálvison Costa assumiu o comando do "Bloco do Jacaré", o mais badalado da City, sob o patrocínio da N.C Distribuidora e apoio do ex-deputado Adamor Aires: a tiragem dos abadás já foi encomendada e será limitada, apenas 300 unidades.

O lançamento oficial do abadá está previsto para o dia 11 de fevereiro na avenida e o tradicional arrastão para o Domingo de Carnaval, 19/02, com duas bandas e dois trios juntamente com todos os outros blocos da cidade. Promete...

Vote na enquete do blog

Sem dúvidas o assunto mais comentado da internet, depois da Luíza que já voltou do Canadá, é claro, pelos luzienses nos últimos dias foi a ação do MP estadual na prefeitura de Santa Luzia. Portanto, diante da excelente atuação da Promotoria de Justiça e do Juiz da Comarca de Santa Luzia no combate a corrupção nas instâncias da administração municipal, o blog quer saber sua opinião, leitor amigo, sobre o assunto.

A enquete está do lado esquerdo da página logo abaixo do contador de vistas online: vote deixe sua opinião. Ele é muito importante...

Exclusivo: MP confirma fraudes e aponta Gedson como chefe da quadrilha

Para acabar de vez com o argumento falacioso utilizado pelo PT de que Louro, o prefeito mais corrupto do Pará, é perseguido pela oposição, o MPE [Ministério Público do Estado] emitiu nota em seu site confirmando todas as denúncias já conhecidas pelos luzienses, esclarecendo também que foi desmontado um esquema criminoso, responsável pelo desvio de milhões de reais, dentro do governo municipal de Santa Luzia.

Ainda de acordo com a nota divulgada pela promotora de justiça da Comarca de Santa Luzia, Drª. Adriana Passos, o secretário de Administração e Finanças, Gedson Xavier, é o mentor de todo o esquema criminoso.

Abaixo, a íntegra da matéria publicada no Portal do Ministério Público:

SANTA LUZIA DO PARÁ: MP e Polícia Civil desmontam esquema criminoso no governo municipal

A operação conjunta do Ministério Público Estadual [MPE] do Pará e Polícia Civil efetivada na sexta-feira [20] apreendeu milhares de documentos e equipamentos, entre agendas de trabalho, documentos fiscais relativos à montagem de processos licitatórios, tablets e computadores, no município de Santa Luzia do Pará, nordeste paraense.

Todos os documentos frutos da montagem de processos licitatórios, notas fiscais frias e desacompanhadas dos processos e equipamentos eletrônicos apreendidos na sede da prefeitura e nas residências de alguns gestores municipais estão lacrados na sede do MP em Belém.

Toda a documentação e os equipamentos agora serão periciados e analisados pelos Núcleos do MP como a Câmara Técnica,  Geproc e o Núcleo de Combate à Corrupção e Lavagem de Dinheiro de Organizações Criminosas da Polícia Civil.

Segundo a promotora Adriana Passos, o secretário de administração, Gedson Xavier de Lima, aparece como o cérebro de todo o esquema criminoso montado no governo municipal. "Na casa do secretário foram encontrados notas fiscais e dezenas de cheques em branco com a assinatura do prefeito Lourival Fernandes de Lima, conhecido como Louro do PT", informou a promotora.

A busca atingiu a prefeitura municipal e as casas do secretário de administração, Gedson Xavier de Lima, do diretor de arrecadação de tributos, José Raimundo Oliveira e do tesoureiro Edir Raimundo da Silva.

Nas residências do tesoureiro e do diretor de arrecadação de tributos, a equipe localizou equipamentos eletrônicos públicos, notas fiscais avulsas e recibos, além de documentos da prefeitura. Uma grande parte do material encontrado já havia sido requisitado pela promotoria de justiça à prefeitura, que alegou um suposto furto e não entregou nada do que foi pedido.

Histórico - A promotoria instaurou dois inquéritos civis em 2010 e 2011, para apurar a situação do matadouro municipal e irregularidade no Poder Executivo da cidade, respectivamente. Os inquéritos possuem numerosas denúncias referentes à má gestão do dinheiro público, contratação de empresas sem processo licitatório ou fantasmas, emissão de notas fiscais frias, locação irregular de veículos, não aplicação da verba repassada pelo estado para a construção do matadouro e para a recuperação da estrada que dá acesso à Tribo dos Tembés.

A prefeitura foi oficiada, solicitando as licitações e contatações citadas e, de acordo com a promotoria, deu uma justificativa "graciosa". Durante as investigações, o MPE descobriu que Gedson Xavier, filho do prefeito, e Edir Raimundo seriam os principais idealizadores do esquema de fraude.

Nota: Clique aqui para acessar a matéria no site do MPE.

À beira de um ataque de nervos

De acordo com uma fonte do blog, fidedígna, diga-se de passagem, na última sexta-feira, durante a ação do Ministério Público na prefeitura, a correria na casa da secretária de educação foi intensa: a dita cuja quase à beira de um ataque de nervos passou a manhã inteira correndo de um lado para o outro separando documentos e encaixotando papéis, que depois foram enviados para um endereço desconhecido, com medo de ser vistada pela polícia também.

À tarde, esbaforida por conta da maratona que enfrentou para se livrar dos vestígio que comprovam os malfeitos com o obeso orçamento do Fundeb, a secretária trnacou-se em casa apavaroda. Haja calmante...

À propósito

A fatídica sexta-feira também foi bastante movimentada em uma luxuosa chácara localizada na vila do Km 18, que pertence à "criatura eleitoral" dos companheiros: segundo relatos de nativos da comunidade os funcionários da propriedade trabalharam o dia inteiro queimando vários quilos de papéis e documentos em uma fogueira que criou uma enorme cortina de fumaça preta, vista à quilômetros de distância.

Tudo sob a supervisão do chefão número 2 do governo petista. Quem tem... tem medo.

Salários atrasados

Até a presente data, 23/01, a presidente da Câmara Municipal de Santa Luzia, vereadora Lúcia Machado [PT], não pagou os salário do vereadores, de oposição, diga-se de passagem, referente ao mês de dezembro.

Está claro que essa manobra da vereadora [e do governo] é mais uma forma de perseguir os vereadores que lutam contra a corrupção instalada na administração municipal, que conta com a conivência irrestrita da parlamentar.

Juiz e promotora de Santa Luzia: destemidos e servidores

Este blog, que recebe milhares de acessos e tem como função, além de divulgar o cotidiano, a cultura, o entretenimento local e ser um canal de comunicação à disposição da comunidade para reclamações e denúncias, não pode deixar de enaltecer a conduta exemplar e pedagógica do Excelentíssimo Juiz de nossa Comarca, Dr. ANDRÉ FILO-CREÃO FONSECA e da Excelentíssima Promotora de Justiça, Dra. ADRIANA PASSOS FERREIRA, por terem adotado decisões, na semana que passou, que reforça a confiança da população de que a corrupção e os malfeitos que estão sendo praticados, há mais de 07 [sete] longos anos pela atual administração municipal do PT, vai ter um fim.

Como se sabe, o desvio de recursos é volumoso e terrível para um município pobre, com um índice de desenvolvimento humano lastimável, com escolas destruídas, com obras superfaturadas e inacabadas, com convênios sem execução de seu objeto, com humilhante remuneração dos professores, com transparência zero, com ausência de prestações de contas, com licitações montadas e fraudadas, e o que é pior, sendo administrada não por seu prefeito, mas por um “quinteto” [GÉDSON LIMA, EDSON MARTINS, VIVIANE ARAUJO, LUCIVÂNIA BLANDT e NONATO GUIMARÃES], que até sexta-feira passada, 20/01/2012, pensavam que a justiça era cega e surda, pois “pintavam e bordavam” com o erário municipal e nada acontecia. Ledo engano, “companheiros”. É fato que demorou um pouco a adoção de medidas para por um freio nessa roubalheira descarada dessa corja deliquente. Todavia, o “remédio prescrito” pelas nossas autoridades judiciais locais, além de ter sido administrado na dose correta, está servindo de exemplo para o Pará, pela notável repercussão na imprensa estadual, do destemor, da competência e da independência, de um juiz e de uma promotora que não se intimidam de aplicar reprimendas contra o crime, seja ele de que natureza for.

Por outro lado, o mandado de busca e apreensão requerido pela promotora e determinado pelo juiz poderia ter sido mais abrangente. Não foram “visitadas” as residências de EDSON MARTINS [Secretário de Assistência Social], VIVIANE ARAÚJO [Secretária de Educação] e LUCIVÂNIA BLANDDT [Secretária de Saúde]. Esse trio da pesada, além do filho do prefeito, o tal GÉDSON [Secretário de Administração e Finanças], são os maiores responsáveis e beneficiários das fraudes e desvios cometidos. É uma comandita que, até a data histórica de 20 de janeiro, bradavam que o dinheiro resolve qualquer “parada”.

Entretanto, temos a convicção de que os procedimentos são iniciais, até porque a sociedade local só vai ficar aliviada quando constatar, de forma efetiva, que esses “gatunos” do dinheiro público forem AFASTADOS DE SUAS FUNÇÕES, a começar pelo manipulado alcaide, pois a permanência dessa quadrilha na gerência dos recursos públicos locais, só faz aumentar o prejuízo de nossa sofrida população, especialmente aquela totalmente carente e desprovida de meios para uma sobrevivência digna.

Portanto, nossas homenagens ao Poder Judiciário e ao Ministério Público da nossa Comarca, certo de que seus representantes, Dr. ANDRÉ FILO-CREÃO e Dra. ADRIANA FERREIRA, efetivamente, honram os cargos que ocupam, com competência e resultados concretos no resguardo dos altos interesses da coletividade.

Em tempo

Gaiatice que circula na internet, desde a última sexta-feira, por conta da ação do Ministério Público na prefeitura, parodiando o  hit do momento "Ai se eu te pego" postada por luzienses em um site de relacionamento faz menção ao poderoso chefão do governo petista, Gedson Xavier. Segundo os internautas, a polícia cantava um trecho da música para o dito cujo: "Gedson, ai se eu te pego, ai ai se eu te pego...". E em outro trecho o Louro [apedeuta] cantava para o seu primogênito: "Gedson, nossa, nossa assim você me mata...". Quanta maldade.

À propósito, na esteira do fenômeno Luíza, que bombou na web semana passada, os internautas luziense especulam, também no mesmo site, sobre o paradeiro dos poderosos comandantes do nefasto governo petista que desapareceram da City depois da "batida" policial. Perguntam: "Cadê os petistas? Será que assim como a Luíza, eles também foram para o Canadá?". É, faz sentido.


Por conta da cobertura da ação do MPE [Ministério Público Estadual] na prefeitura, este blog recebeu o maior número de visitas, em um único dia, na última sexta-feira quebrando a barreira dos 5 mil acessos diários: foram 5.133 em números exatos. Muito obrigado...

Parabéns ao amigo e leitor assíduo deste blog, Leandro Lima pela sua aprovação no curso de Geofísica da Ufopa [Universidade Federal do Oeste do Pará], com sede em Santarém.
Foto: Dinho Oliveira
408600_134311043354747_100003275556913_139476_1774671777_n

A diretoria do "Bloco do Jacaré" manda avisar que o bloco vai sim para a avenida no carnaval deste ano, desmentindo os boatos que davam conta do fim da agremiação carnavalesca. E ainda, convida todos os outros blocos da City para o seu arrastão no domingo de carnaval, 19/02, que será puxado por dois trios elétricos e duas bandas, ainda não definidas.

À propósito, outro bloco carnavalesco está em gestação na cidade: trata-se do "Sonho na folia", uma extensão da quadrilha junina "Sonho de um Caipira", capitaneada pelo sempre atuante Dinho Oliveira.

E por falar em carnaval, o "I Bikêra Folia", uma espécie de prévias do Carnaval 2012, realizado ontem na pracinha em frente à sorveteria Beijo Frio, foi um sucesso: os djs Kacio e Heleno Neto levaram centenas de foliões para avenida que se divertiram até a meia-noite ao som das carretinhas "Moleka Doida" e "Piradona". No próximo domingo tem mais Bikera Folia nos mesmos local e horário.

A próxima edição da "Sexta Loka", do Cepev, deverá acontecer em fevereiro, provavelmente no dia 3: os djs Kacio e Heleno Neto estão verificando a possibilidade. Será uma espécie de "esquenta" do carnaval.

A reportagem da TV Liberal, exibida no Jornal Liberal 2ª Edição, na noite da última sexta-feira mostrando as bandalheiras praticadas pelo honesto PT na prefeitura de Santa Luzia, contaminada letalmente pela corrupção que já desviou milhões de reais dos cofres públicos, levou ao conhecimento dos telespectadores as principais obras inacabadas e abandonadas no município, mas esqueceu-se de uma: a escola João Gomes que continua parada e com os alunos tendo aula de reposição de todo o segundo semestre de 2011, perdido, na escola Florentina damasceno.

Mal começou o ano político e já tem muito candidato à vereador suando a camisa, literalmente. Os aspirantes à uma vaga na Câmara Municipal, principalmente aqueles que orbitam em torno do governo petista, fazem de tudo para aparecer: patrocinam até aniversário de boneca se possível.

A relação do prefeito de Capanema, Eslon Martins [PR], com a imprensa local, que nunca foi das melhores, agora azedou de vez: nos últimos dias surgiram acusações gravíssimas contra o gestor que, segundo seus opositores, estaria lançando mão de métodos nada convencionais na tentativa de calar as vozes que se levantam contra o seu governo. Isto por que o ano eleitoral está apenas no início.

Pará vai receber R$ 250 milhões a menos da União em 2012

Segundo dados do Siafi [Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal], a parte do Orçamento da União prevista ao Pará em 2012 é de R$ 4,735 bilhões. Em 2011, o valor foi de R$ 4,982 bilhões. A queda é, portanto, de R$ 247,8 milhões apenas no Orçamento, que define os valores previstos em custeio, transferência para programas federais em diversos setores e obras de infraestrutura.

Somados todos os orçamentos previstos a todos os estados, o valor chega a R$ 188 bilhões. Assim, a fatia do bolo ao Pará é de apenas 2,5% do total. O Rio de Janeiro é o Estado que irá receber a maior fatia, com R$ 26,8 bilhões. São Paulo terá R$ 21,3 bilhões. Minas Gerais, R$ 15,8 bilhões.

As diferenças regionais também ficam mais evidentes quanto à distribuição dos valores. A região Norte teve a menor parte dos recursos do orçamento em 2012, com R$ 18 bilhões, somados os valores dos sete estados da região. Enquanto isso, o Sudeste lidera, com R$ 66,7 bilhões.

Amazônia Jornal - Polícia recolhe provas que demonstram irregularidades na prefeitura de Santa Luzia do Pará

Edição de 21/01/2012

CASTANHAL E BELÉM

Do correspondente e da Redação

Uma operação policial realizada, na manhã de ontem, em Santa Luzia do Pará, nordeste do Estado, cumpriu ordem judicial de busca e apreensão expedida pelo magistrado André Luiz Filo-Crião. O objetivo era "apreender todo material referente à licitação, contratação e pagamentos realizados pela Prefeitura Municipal de Santa Luzia do Pará, assim como bens e objetos que possam ter correlação com os documentos e as fraudes, inclusive equipamentos eletrônicos", apontadas pela representante do Ministério Público no município, a promotora de justiça Adriana Ferreira. Foi o primeiro resultado prático das investigações que vêm sendo feitas para apurar denúncias de irregularidades na administração do prefeito Lourival Fernandes de Lima, o Louro do PT.

Além de sacos cheios de notas fiscais, documentos da prefeitura e computadores, a operação policial apreendeu R$ 7.500,00 que estavam no quarto duplo do secretário, na casa do filho.

A promotora de justiça Adriana Ferreira disse que há meses vinha tentando, por meio de ofícios, que o prefeito "Louro do PT" fornecesse documentos que provassem a prestação de contas do gestor. "A única resposta que nos deram foi que tais documentos tinham sido roubados de dentro do prédio da prefeitura", disse a representante do MPE.

As buscas foram feitas no prédio da prefeitura e nas residências do secretário de Finanças e Administração e filho do prefeito, Gedson Xavier; do chefe de tributos da prefeitura, José Raimundo Nascimento; e do tesoureiro Edir da Silva. Logo que teve acesso aos documentos, a promotora constatou a presença de "notas fiscais de valores vultosos, desacompanhados de processos licitatórios, e processos licitatórios montados dentre outros."

Dentre as irregularidades, desvios de recursos de emendas parlamentares e do governo estadual para a construção de um matadouro [hoje a carne consumida em Santa Luzia é de origem clandestina], de um ginásio de esportes que nunca foi concluído, campo de futebol, e estrada de acesso à zona rural do município - obras que nunca saíram do papel. Outro grave problema da administração de "Louro do PT" é o desvio de recursos federais destinados à saúde e à educação, estimados em mais de R$ 3 milhões, segundo o que já foi apurado pela CGU [Controladoria Geral de União] e pelo Ministério Público Federal.


Comissão processante tentou investigar desvios da prefeitura

Os indícios de desvios de verbas na Prefeitura de Santa Luzia motivaram, em setembro do ano passado, a instauração de uma comissão processante na Câmara Municipal da cidade. A comissão foi instaurada após o recebimento de uma denúncia que apontava a participação de firmas fantasmas em processos licitatórios da prefeitura, desvios de recursos de convênios e fraudes em processos licitatórios. De acordo com a denúncia, mais de 20 procedimentos licitatórios teriam sido montados pela Prefeitura, inclusive com ampla utilização de firmas fantasmas. Compunham a comissão os vereadores Fernando Soares Vieira [PSB], Robson Roberto da Silva [PSD] e Maria do Socorro Saldanha [PR].

As denúncias são especificadas no relatório final da comissão processante entregue ao Ministério MPE [Público do Estado do Pará]. Além de descrever as irregularidades denunciadas, o relatório traz anexo um ofício do ano de 2008 no qual o presidente da Comissão Permanente de Licitação, José Raimundo Nascimento, solicita ao setor de contabilidade da prefeitura documentos de licitações do exercício financeiro de 2007. "Não seria nada de mais, se o ofício do presidente da CPL não fosse datado de 30 de abril de 2008, o que se deduz que todos os processos licitatórios do ano de 2007 foram fraudados", dizem os vereadores no relatório.

Os trabalhos da comissão, no entanto, não chegaram a ser concluídos. Um dos motivos seria o fato de que o vereador da oposição José Luiz da Estiva, que era do PDT e passou para o PSD, teria feito um acordo com o prefeito, o que supostamente lhe rendeu mais de R$ 450 mil. No relatório final, os vereadores apontam que "se pode afirmar, categoricamente, sem o receio de cometer injustiça ou calúnia, que o prefeito denunciado logrou êxito em corromper o vereador José Luís de Lima Silva". O relatório diz ainda que o prefeito "passou a corromper vereadores para que estes se posicionassem pela improcedência da acusação". Procurado pela reportagem, José Luiz da Estiva negou a acusação, creditando-a "aos vereadores que tem inveja da minha atuação no legislativo de Santa Luzia".

Ação do MPE em Santa Luzia - repercussão

Os malfeitos da "Quadrilha Solidária" no seio da administração municipal de Santa Luzia, capitaneada pelo honesto PT, repercutiram, e muito, na grande mídia do estado: além dos dois principais jornais impressos, O Liberal e Diário do Pará, e dos noticiários nas suas respectivas emissoras de televisão, Liberal e RBA, a blogosfera paroara também fez ecoar o mar de corrupção que contaminou o município, na seara virtual.

O deputado estadual e blogueiro, Parsifal Pontes [PMDB], um dos políticos mais intelectualizados da história recente do estado, não só repercutiu a cobertura da ação do MPE [Ministério Público Estadual] realizada ontem e que resultou na apreensão de duas pik-ups lotadas de documentos suspeitos de fraudes, feita pelo "Santa Luzia Online", como também escreveu sobre o caso.

Clique aqui para acessar a matéria assinada pelo deputado Parsifal em seu blog. 

O Liberal - Apreendidas provas que comprovam fraudes na prefeitura de Santa Luzia do Pará

Dezenas de documentos entre recibos, licitações, nota fiscais, computadores e até R$ 7,5 mil em espécie foram apreendidos na tarde desta sexta-feira [20], no município de Santa Luzia do Pará, no nordeste do estado. Os documentos já haviam sido solicitados por meio de ofício, mas a prefeitura informou que teriam sido roubados.

A busca e apreensão então foi cumprida pela Polícia Federal e pela Polícia Civil [Núcleo de Combate ao Crime Organizado e Lavagem de Dinheiro] e do Grupo Especial de Prevenção e Repressão às Organizações Criminosas, a pedido do Ministério Público Estadual.

Os documentos foram apreendidos na sede da Prefeitura e em três residências: a do filho do prefeito, Gedson Xavier, do tesoureiro municipal, Edir Raimundo da Silva, e do diretor de tributos, José Raimundo de Oliveira.



O MPE investiga denúncias de irregularidades na atual gestão, no que diz respeito ao uso do dinheiro público. Serão investigadas as contratações de empresas sem o devido processo licitatório, de empresas fantasmas, emissões de notas fiscais frias e a contratação irregular de locação de veículos.

A solicitação foi deferida pelo juiz André Luiz Filo-Creão G. da Fonseca, da Comarca de Santa Luzia do Pará, no último dia 17 de janeiro.

A promotora do MPE, Adriana Passos, informou que já analisou alguns documentos e que existem evidências claras que comprovam as irregularidades, principalmente em licitações.

O MP prepara ação civil pública que visa apurar também a não aplicação de R$ 1 milhão, que foram destinados para ao município para a construção do matadouro municipal, recuperação de uma estrada de 30 km que dá acesso à Tribo dos Tembés, construção do ginásio municipal e de um campo de futebol.

Redação Portal ORM

Diário do Pará - MP investiga fraudes em Santa Luzia do Pará

Equipes do Ministério Público e Polícia Civil apreenderam equipamentos de informática e documentos em Santa Luzia do Pará, durante investigação sobre fraudes em licitações do município. A operação aconteceu pela manhã de ontem em quatro pontos indicados pela promotoria, iniciando na Prefeitura Municipal, onde foram encontrados muitos documentos com evidências de irregularidades, segundo informou a promotora Adriana Passos, do Ministério Público Estadual.

Logo em seguida a operação foi direcionada para a residência do secretário de Administração, Gedson Xavier, filho do prefeito Louro do PT, onde foram apreendidos R$ 7,5 mil em dinheiro, diversas notas fiscais da prefeitura e vários documentos, que segundo a promotora Adriana Passos, “estão relacionadas com irregularidades nos procedimentos licitatórios e de dispensa”. O cumprimento de busca e apreensão teve continuidade na residência do diretor de tributos do município, José Raimundo Oliveira, onde além de diversos documentos, também foram apreendidos equipamentos eletrônicos da Prefeitura Municipal.

O último ponto fiscalizado pela Polícia Civil e Ministério Público foi a casa do tesoureiro municipal, Edir Raimundo da Silva, também citado no processo. No local foram encontrados diversos documentos da prefeitura, além de notas fiscais avulsas, recibos e equipamentos eletrônicos. “Todo material apreendido será detalhadamente analisado pela polícia e pelo Ministério Público, em Belém”, explicou o coordenador do Grupo de Combate ao Crime Organizado, Milton Menezes.

Diário do Pará: com informações do repórter José Clemente

Duas pik-ups lotadas de documentos apreendidos pela operação do MPE na prefeitura de Santa Luzia

A operação do MPE [Ministério Público Estadual], sob o comando da competente promotora de justiça da Comarca de Santa Luzia do Pará, Drª. Adriana Ferreira, apreendeu mais de 200 kg de documentos suspeitos na sede da prefeitura e nas residências do filho do prefeito, do diretor de tributos e do tesoureiro.

São documentos de processos licitatórios, pretações de contas e computadores, todos com suspeitas de fraudes que permitiram a sangria de milhões do combalido erário municipal. Drª. Adriana agiu com firmeza e sem pirotecnia com o apoio da Polícia Civil, do NCC-LD [Núcleo de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro]; órgão especializado em crimes financeiros e de corrupção; e do juiz Dr. André Filo-Creão da Fonseca, todos dignos de aplausos por conta da atitude heróica de encarar de frente, e sem medo, a corrupção que por anos á fio tem causado prejuízos incauculáveis à população luziense que sofre as consequências: sem saúde, educação, segurança e até sem os itens mais básicos como a falta de merenda escolar e remédios nos postos de saúde.

Seguindo a linha daquele velho adágio popular que diz: "A justiça tarda, mas não falha", o MPE mostrou-se atento aos anseios da população, coadunando-se com a vontade popular que há tempos desejava uma ação firme contra a corrupção, evitando assim o desgaste das instâncias judiciais, sempre tão zelosas com o bem público. Fez-se justiça, e os destinos do tão sofrido povo luziense agora dependem da apuração rigorosa dos indícios, fortemente comsubstanciados por elementos incontestáveis que demonstram o mau uso da máquina pública em benefício daqueles que têm, pelo menos em tese, o nobre dever de salvaguardá-la.

Abaixo algumas fotos da operação [Fotos: Dinho Oliveira]:

FILE2054FILE2053vlcsnap-2012-01-20-12h05m31s84FILE2060FILE2049

Nota: Clique aqui para todas as fotos da operação

Imprensa da grande mídia do estado encontra-se em Santa Luzia para a cobertura jornalística da operação do Ministério Público

Uma equipe da TV Liberal e jornal O liberal, sob o comando do repórter Noriel Magalhães, da sucursal de Castanhal, está na City para a cobertura da operação do MPE [Ministério Público Estadual] deflagrada hoje pela manhã, sob determinação de uma liminar concedida pelo juiz da Comarca de Santa Luzia, André Luiz Filo-Creão, para o cumprimento de um mandado de busca e apreensão nas residências de Gedson Lima, filho do prefeito, José Raimundo, diretor de tributos do município, Edir Raimundo da Silva, tesoureiro, e na sede da prefeitura.

A operação foi encerrada agora no início da tarde com a apreensão de um grande número de documentos que foram conduzidos para o Fórum de Santa Luzia, pela promotora de justiça, Drª. Adriana Ferreira, mas a equipe de jornalistas continua na cidade para colher imagens, depoimentos e mostrar a realidade absurda em que se encontra o município por conta dos desvios milionários de recursos dos cofres da prefeitura em uma reportagem que vai ao ar hoje à noite [19 hs] no Jornal Liberal 2ª Edição e às ruas amanhã na edição impressa do jornal O Liberal.

Abaixo algumas imagens da equipe da TV Liberal:

Veículo da emissora de televisão
DSC00689

Nota: Uma equipe do Grupo RBA, TV e jornal impresso Diário do Pará, também já se em Santa Luzia para a cobertura jornalística do caso que está tendo grande repercussão na mídia paraense.

Juiz deferiu liminar para busca e apreensão na sede da Prefeitura de Santa Luzia do Pará

MP investiga denúncias de irregularidades na atual gestão, no que diz respeito ao uso do dinheiro público
O juiz André Luiz Filo-Creão G. da Fonseca, da Comarca de Santa Luzia do Pará, a pedido do Ministério Público, deferiu, no último dia 17 de janeiro, liminar determinado busca e apreensão na sede da Prefeitura Municipal de Santa Luzia do Pará, assim como nas residências do filho do prefeito, Gedson Xavier de Lima; do tesoureito municipal, Edir Raimundo da Silva; e do diretor de tributos, José Raimundo N. de Oliveira.

O MP prepara ação civil pública que visa apurar denúncias de irregularidades na atual gestão, no que diz respeito ao uso do dinheiro público [contratação de empresas sem o devido processo licitatório, contratação de empresas fantasmas, emissão de notas fiscais frias, contratação irregular de locação de veículos], além de investigar a não aplicação de recursos para a construção do Matadouro Municipal e para e recuperação da estrada que dá acesso a Tribo dos Tembés.

Segundo o MP, os réus seriam os mentores de esquema fraudulento na administração pública. Diante dos indícios, o MP requereu a busca e apreensão de todo material referente a licitação, contratação e pagamentos realizados pela Prefeitura Municipal de Santa Luzia do Pará, assim como bens e objetos que possam ter correlação com os documentos e as fraudes apontadas, inclusive equipamentos eletrônicos.

Para conceder a liminar, o magistrado levou em conta também o fato de o gestor ter deixado de apresentar as documentações requisitadas pelo órgão ministerial. “A simples sonegação de informações do gestor municipal, já sinaliza no sentido de demonstrar a existência do fumus boni iuris, a qual, no caso presente, é reforçada por conta das diversas informações constantes nos autos, formuladas inclusive por vereadores do município, dando conta de fraudes e desvios de recursos públicos”, explicou no despacho.

Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos na manhã desta sexta-feira, 20.

Texto: Vanessa Vieira
[Assessoria de Comunicação do TJE-PA] 

Nota: Confira o despacho na íntegra clicando aqui.

TV Liberal chegou em Santa Luzia para fazer a cobertura da operação do MP e a TV RBA está chegando daqui a pouco

Uma equipe de reportagem da TV Liberal acabou de chegar na City e está no prédio da prefeitura fazendo a cobertura da operação do Ministério Público com o apoio das polícias Civil e Federal na apreensão de documentos comprobatórios da corrupção praticada pelo governo petista de Santa Luzia e seus agentes que há anos vêm lesando escancaradamente os cofres do município.

O signatário do blog acaba de ser informado que o deputado estadual e blogueiro, dos bons, diga-se de passagem, Parsifal Pontes [PMDB] está repercutindo no blog dele toda a cobertura da operação do MP feita pelo "Santa Luzia Online" e recomendou à TV RBA e ao jornal Diário do Pará que enviem equipes de reportagem para fazer a cobertura do caso.

Nota: Mais informações a qualquer momento.

Gedson Lima, o poderoso chefão da Quadrilha Solidária foge da City

As últimas informações que chegaram até o QG do blog dão contas da fuga do meliante Gedson Lima, o poderoso chefão da "Quadrilha Solidária", que furou o cerco policial à bordo de um Fiat Uno de cor cinza, deixando para trás os luxuosos carrões importado nos quais desfila pelas ruas da City.

E mais, o cerco policial também se estendeu à residência do apedeuta que neste momento encontra-se sob a vigília da polícia.

Nota: Aguardem novas atualizações.

Tesoureiro da prefeitura também foi alvo de operação policial

Além do filho do prefeito e homem poderoso do governo e do diretor de tributos do município, o tesoureiro da prefeitura, Edir, também foi alvo da operação deflagrada pelo Ministério Público hoje pela manhã em Santa Luzia.

Às 6 hs, policiais civis, de posse de um mandado de segurança e à bordo de duas viaturas, invadiram a residência do tesoureiro e o conduziram até a sede da prefeitura onde encontra-se até o exato momento acompanhado pelos policiais recolhendo documentos que possam comprovar o rol de irregularidades praticado pelos comandantes da administração municipal que tem causado graves prejuízos aos cofres públicos.

Nota: Novas atualizações a qualquer momento.

Operação policial prende documentos na residência do filho do prefeito e na prefeitura

Acabei de chegar de um giro pela City para confirmar as informações repassadas ao blog logo no início da manhã: a Polícia Civil, em uma ação coordenada pelo MPE [Ministério Público Estadual] da Comarca de Santa Luzia, está realizando operação na casa do Gedson Lima, filho do prefeito, na casa do diretor de tributos do município, José Raimundo, e na sede da prefeitura com mandados de busca e apreensão de documentos que comprovem os desvios de recursos dos cofres da prefeitura e a corrupção instalada em todas as instâncias de poder da lesiva administração petistas, incluindo-se aí a compra da conivência de vereadores com os desmandos da turma governista.

Há duas viaturas e três policiais de guarda na porta da prefeitura, uma viatura e um policial na porta da residência do diretor de tributos, José Raimundo, e duas viaturas na frente da casa do Gedson, filho do prefeito e homem forte do governo. Segundo informações, neste exato momento os policiais estão colocando no interior das viaturas caixas repletas de documentos, apreendidas na casa do Gedson.

Abaixo as fotos das viaturas cercando a mansão do Gedson Lima, filho do prefeito:

DSC00680DSC00678

Nota: As informações ainda são poucas, mas à medida que forem surgindo novos fatos o blog será atualizado.

Operação policial invade a casa do Gedson, do diretor de tributos e o prédio da prefeitura

Estão chegando informações até o signatário do blog de que está havendo, agora no início da manhã, uma operação policial na residência do todo-poderoso Gedson [filho do prefeito Louro do PT], do tesoureiro da prefeitura e na Secretaria Municipal de Finanças, com um mandado de segurança expedido pelo juiz da Comarca de Santa Luzia, para apreender documentos que comprovem o esquema de corrupção instalado no seio da administração municipal que tem causado prejuízos incalculáveis aos cofres públicos.

As informações ainda são poucas, mas ao longo do dia à medida que as novidades forem chegando as atualizações irão acontecendo.

Parabéns Ahrnon Oliveira

O jovem Ahrnon Oliveira recebeu no final da tarde de ontem, em uma concorrida cerimônia realizada no Hangar Centro de Convenções da Amazônia, o diploma de administrador de empresas após a conclusão dos estudos no Cesupa [Centro Universitário do Pará], uma das mais respeitadas instituições de ensino superior da capital, acompanhado do seu tio e padrinho, o ex-deputado Adamor Aires, e da sua paraninfa, a advogada Irene Oliveira.

1901201219819012012200

Ufpa abre processo seletivo especial com 12 vagas para Capanema

A Ufpa [Universidade Federal do Pará] abre nesta sexta-feira, 20 de janeiro, as inscrições para o Processo Seletivo Especial para preencher 307 vagas remanescentes do PS 2012, sendo 8 ofertadas para Belém e 299 para o interior: para Capanema são 12 vagas. O edital com todas as informações sobre o concurso está disponível no endereço www.ceps.ufpa.br.

O preenchimento das vagas será realizado por meio de um novo concurso utilizando apenas as notas do Enem [Exame Nacional do Ensino Médio] 2011 como critério de classificação. Podem concorrer os candidatos com inscrição homologada na 2ª fase que não obtiveram classificação no Processo Seletivo 2012 com pontuação maior ou igual a 400 pontos na redação do Enem 2011 e percentual de acerto maior que zero em cada prova objetiva, referente às quatro áreas de conhecimento avaliadas.

Inscrições
O candidato poderá efetivar sua inscrição até 2 de fevereiro, fazer o pagamento da taxa, no valor de R$ 15,00, até o dia 3 do mesmo mês e inscrever-se em até dois cursos ofertados, definidos como 1ª e 2ª opção.

Governo petsita de Santa Luzia - corrupção, incompetência e descaso

O Poster abaixo, transcrtito na íntegra, do blog Diário Luziense, editado pelo competente Dinho Oliveira, traz à ribalta, além da corrupção que se instalou e impera no seio da administração, a incompetência e o descaso do governo petista de Santa Luzia com o município:

Hoje os proprietários dos terrenos comprados do Jeovane da Lotérica, estão preocupados diante da possibilidade de perderem os seus bens. A Prefeitura de Santa Luzia está brigando na justiça pela mesma área, onde Felipe Pimentel que é um dos nomes da atual administração municipal, pretende por em prática a execução de um projeto que acontece atraves de sua empresa de construção civil, que construirá no local pretendido, casas populares.

Felipe Pimentel afirma que o terreno em questão que foi comprado outrora pela Prefeitura para a construção do hospital municipal, agora será utilizado para a construção das casas populares. Já Jeovane Narcisio afirma que o terreno destinado para a construção das referidas casas é o terreno posterior a este, "o que fica atrás" e não o da "frente".

Segundo Jeovane, a prefeitura não honrrou com o pagamento da área vendida para a construção do hospital, por isso ele a vendeu para várias pessoas, que agora não podem perder os seus bens.

Abaixo uma série de imagens que mostram muitas obras iniciadas e nunca concluídas pelo atual governo municipal luziense, inclusive o terreno em questão, comprado para a construção do tão sonhado e prometido hospital.

A fábrica que iria beneficiar o açaí produzido em nossa região está abandonada sendo invadida pelo mato e servindo de ponto de encontro de usuários de drogas à noite.
Desenvolvimento, emprego e renda prometidos na campanha de 2008 nunca foram experimentados pelos cidadãos
que lidam com o valioso fruto amazônico.
Estádio Municipal: um investimento de R$ 480 mil. O que dizer? O que fazer? Lamentar e cruzar os braços?
Tirem suas próprias conclusões!
E o Matadouro Municipal? A carne que consumimos todos os dias
em Santa Luzia provém de abatedouros clandestinos colocando em risco a saúde de toda a população, enquanto as obras do mesmo continuam abandonadas, tomadas pelo mato e pelo descaso. Há quem diga
que um dos motivos para a não conclusão da obra
é a falta da compra de equipamentos que custam em torno de R$ 150.000,00 a  R$ 200.000,00.
***Mas há gravações que comprovam a "compra" de um vereador por R$ 450.000,00.
Novamente... Tirem suas próprias conclusões!
Ginásio de esportes: aqui, também um grandioso lamento, por que à pouco tempo tínhamos
governo federal, estadual e municipal do mesmo partido político, o honesto PT, raríssima oportunidade
para o desenvolvimento da região, porém a imagem retrata um triste
resultado desta linha de governo e um grave prejuízo
ao esporte, ao lazer, à cultura de Santa Luzia e, principalmente aos cofres públicos, mais de R$ 400 mil sendo corroídos pela ferrugem e pelo tempo. Enquanto isso nossa juventude continua sem espaço público para as práticas esportiva e cultural.   
E aqui, o terreno onde a ex-governadora Ana Júlia plantou a tal  "pedra fundamental"
que daria origem ao tão sonhado hospital público de Santa Luzia do Pará em parceria com o prefeito Louro, que na verdade só serviu como promessa de campanha para enganar o povo nas eleições de 2008.
O terreno sequer foi pago em sua totalidade, 
o que está provocando a atual disputa pela área. Enquanto isso a saúde no município agoniza e está condenada à morte
Dou-me bem com grande parte do atual governo municipal luziense, no passado, com eles, participei de muitas ações importantes. Admito que começaram bem, mas concluem muito mal este segundo mandato; escândalos de corrupção, terrorismo político, várias obras inacabadas, superfaturamento em obras públicas, enriquecimento ilícito, formam o elenco deste triste cenário politico nunca visto em Santa Luzia do Pará.

Dinho Oliveira

Treinamento

O PMDB está investindo na qualificação dos seus pré-candidatos como um diferencial para as eleições municipais: esta semana, em Santarém Novo, pretendentes aos cargos de prefeito e vereador pelo partido estão treinando dicção e oratória. Tudo através do Programa de Formação Política da Fundação Ulysses Guimarães, coordenado no Pará pela deputada Simone Morgado.

À partir deste mês, o curso será realizado em outros municípios: Bragança, Capanema, Cachoeira do Piriá, Santa Luzia do Pará...

PMDB na TV

O programa nacional de televisão do PMDB vai ao ar hoje à noite: as grandes estrelas da inserção televisiva, além dos caciques Michel Temer, vice-presidente da República, e Valdir Raupp, presidente nacional da legenda, são os pré-candidatos às prefeituras das capitais, e nesse sentido, o deputado federal paraense José Priante, candidatíssimo à prefeitura de Belém nas próximas eleições, é um dos que dão voz ao programa de dez minutos. Priante refere-se unicamente à capital paroara, enchendo-a de elogios pela passagem dos seus 396 anos, comemorados no último dia 12, deixando clara sua posição de candidato.

Outros líderes regionais, como o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, e o senador pelo Amazonas, o paraense Eduardo Braga, também participam falando das conquistas dos seus respectivos estados sob a batuta do PMDB, mas nada de Jader Barbalho. Parece que o partido tem vergonha do morubixaba paraense nos seus quadros... e tem.

Pra assistir o vídeo com o programa, clique aqui.

Pousada Santa Luzia - em breve na City

Um complexo hoteleiro será inaugurado em breve na City, tão carente desse serviço: trata-se da "pousada Santa Luzia", de propriedade do vereador Tião Oliveira.

A pousada Santa Luzia, já em fase final de construção, funcionará no Km 49 da BR-316 no antigo "Piscinão" do seu Neto Pereira. Sem dúvidas é um serviço essencial à cidade que dispões apenas de instalações hoteleiras modestíssimas. Além de excelentes serviços de quarto e cozinha especializada em comidas caseiras, a pousada Santa Luzia também oferecerá uma excelente vista aos seus hóspedes.

PSL1PSL2psl3PSL4

MPE [Ministério Público Estadual] recebe vereadores em audiência

Uma comissão formada pelos vereadores Robson Federal [PSD], Nando Vieira [PSB], Tião Oliveira [PR], Luiz Doca [PSD] e Socorro Saldanha [PR], foi recebida em audiência ontem, pela promotora de justiça da comarca de Santa Luzia, Dra. Adriana Ferreira, para protocolar no Ministério Público Estadual cópia do Relatório final da Comissão Processante presidida pelo vereador Robson Federal, que, apesar de opinar pelo arquivamento do processo politico de cassação do mandato do prefeito Louro do PT, por falta de prazo para conclusão das investigações, conforme reza a lei, requer a intervenção do MP para apurar vários crimes e atos de improbidade administrativa praticados pelo prefeito e sua “Quadrilha Solidária, incluído nesse rol o vereador traíra Zé Luiz da Estiva, que se vendeu para o apedeuta, em manobra envolvendo o “manda chuvaGÉDSON LIMA, em uma negociata macabra esta que rendeu ao citado vereador traíra a bagatela de R$ 450 mil, conforme já esmiuçado por este blog anteriormente.

A Comunidade Luziense, na esperança de dias melhores, deposita agora a confiança, que nunca faltou, ao Ministério Público e no Poder Judiciário de nossa Comarca, para a adoção, se possível com a URGÊNCIA QUE O CASO REQUER, de medidas e providências para estancar a sangria de recursos públicos, especialmente do FUNDEB e da SAÚDE, e punir exemplarmente àqueles que, descaradamente, estão roubando e dilapidando o combalido erário municipal, mostrando a esses deliquentes, travestidos de agentes e servidores públicos, como Louro, Gédson, Viviane , Lucivânia Blanddt e suas escumalhas, QUE LEI NÃO É POTOCA, e que em Santa Luzia a Justiça impera e vai fazer valer o direito.

Em tempo

Parece que agora o nosso tão esperado "inverno amazônico" resolveu dá as caras por aqui: desde as quatro horas da manhã que chove, sem grande intensidade, na City que passou o dia inteirinho com aquela cara de inverno e uma garoa caindo de vez em quando pondo fim no calor que há tempos atormentava os luzienses.

À propósito, a chegada do inverno e o "friozinho gostoso" que deu a tônica hoje na City foi o assunto mais comentado nas redes sociais: segundo o teor de dez entre dez comentários, o inverno e o frio são muito bem vindos...

A equipe do Inter foi a grande campeã do "I Torneio de Nossa Senhora de Nazaré" de futsal vencendo, com louvor, o time da Pracinha pelo placar de 5 a 3 na noite do último sábado. O grande destaque da competição foi o atleta Rômulo Máximo, Bill para os amigos, goleiro do Inter, que contribuiu de forma decisiva para a conquista do título com suas defesas espetaculares.

O inferno astral do prefeito de Capanema, Eslon Martins [PR], continua em alta: bombardeado por um turbilhão de críticas vindas da oposição e, principalmente, da população insatisfeita com o fraco desempenho do governo por conta do não cumprimento das muitas promessas de campanha, Eslon tem sido criticado duramente nos últimos tempos, e não apenas pela imprensa local, mas também pelos insatisfeitos anônimos, como neste caso onde picharam o tapume que cerca as obras de reforma da praça Magalhães Barata no centro da cidade com frases de efeito:

IMG0012AIMG0014A

À propósito, pelo menos cinco candidatos devem disputar a prefeitura de Capanema com Eslon Martins nas eleições de outubro: segundo um capanemense entendido no assunto, isso [o esfacelamento da oposição] facilita e muito a vida do atual prefeito que deve ser reconduzido ao cargo sem maiores problemas, mesmo não sendo uma unanimidade para grande parte da população.

Santa Luzia do Paruá, no meu querido estado do Maranhão, tornou-se o mais novo "El-Dourado" dos madeireiros da City: com leis ambientais menos rígidas que as nossas e a fiscalização menos ainda, as poucas áreas ainda cobertas de matas da terra de Sarney atraíram a grande maioria dos empresários e trabalhadores luzienses do setor para a pequena cidade localizada ao norte do estado.

A Atma [Associação dos Taxistas Manoel do Artur], agremiação cooperativista dos taxistas de Santa Luzia, atrelada aos domínios petistas desde os seus primórdios, realizará eleições para a nova coordenação em fevereiro, e dessa vez, parece, que a chapa encabeçada pela oposição finalmente sairá vitoriosa. "É que ninguém mais aguenta tanta ingerência do governo sobre as decisões da associação" - garantiu ao signatário do blog um dos associados.

À respeito daquela gravação na qual um vereador debulha o rosário da corrupção instalada no seio do governo petista que inclui a compra da conivência de parlamentares com a bandalheira praticada pelos companheiros com recursos públicos, a mesma está sendo periciada para atestar sua autenticidade e será divulgada juntamente com o laudo pericial.

O imbróglio envolvendo o terreno no qual o apedeuta, juntamente com a ex-desgovernadora Ana Júlia, lançou a "pedra fundamental" do hospital municipal [lembram?] para enganar os eleitores em 2008 e que nunca passou da tal pedra, continua e pelo que parece ainda vai render muito: o proprietário afirma que o espaço vendido ao governo dos companheiro é outro e por isso resolveu lotear o terreno, mas o xerife do PT, agora travestido de empreiteiro, jura de pé junto que a área pertence à prefeitura que pretende construir casas populares [mais uma promessa em ano eleitoral] e por isso se instalou no local.

O Dj Judson começou o ano com a corda toda: no próximo sábado acontecerá a "Noite do Ice" na danceteria Beleza Pura. Será a terceira festa de 2012: a galera agradece...

No próximo sábado, 21, será apresentada, às 18 hs, na quadra de esportes da escola Florentina Damasceno a peça teatral infantil "A lenda da espada de prata" com ingresso custando o módico precinho de R$ 1,00.