A Informação Passada a Limpo

A Informação Passada a Limpo

Adamor Aires - mensagem ao povo de Santa Luzia

Queridos amigos.

Apesar de ainda não ter sido notificado da decisão, tomei conhecimento que o juiz eleitoral de Ourém, Dr. Omar Miranda, “CASSOU” o meu mandato popular de Prefeito Municipal de Santa Luzia do Pará, sob a alegação de ter “comprado” o voto de 01 [um] único eleitor, especificamente o Senhor José Francisco Santos, conhecido pela alcunha de “Zequinha do Zé Gurí”, justamente aquele que organizava as cavalgadas da coligação adversária, bem como prestava serviços de segurança ao senhor Edno Alves, candidato derrotado a prefeito [PMDB], nas eleições municipais de 2012.

Devo dizer, inicialmente, que a “sentença” do juiz é nula e criminosa, pois prestigiou uma trama perpetrada e iniciada pelos meus adversários políticos, todos ligados ao PMDB e PT do município, trama essa coroada de êxito, no final, pelo ingresso no processo, antes moribundo, do famoso advogado Sábato Rossetti, que, segundo alardeou, em toda a cidade, um dos filhos do candidato a prefeito derrotado, seria o causídico que “fazia chover”, bem como “mandaria” na Justiça Eleitoral. Pasmem.

É preciso repisar, queridos amigos, que a “sentença” do juiz eleitoral é NULA, porque não teve fundamentação, conforme determina as regras do processo, sem falar que não apreciou o mérito, não cotejou os fatos, não apreciou a tese defensiva, desprezou as provas contundentes e robustas, principalmente àquelas que vinculam a suposta vítima de compra de voto [o notório Zequinha] com a coligação derrotada nas urnas, em especial com o peemedebista Edno Alves, nacional esse que responde por vários crimes, inclusive, de ter mandado matar um de seus desafetos [processo criminal nº 66-47.2011.8.10.0096-TJE/MA]. DEUS ME GUARDE.

Por outro lado, a “sentença” do juiz é tão teratológica [monstruosa no dicionário], como é referida na linguagem jurídica, que nem o nome da suposta vítima foi mencionado na “sentença”. O mais grave de tudo, é que até mesmo o parecer do Ministério Público, através do Promotor eleitoral, Dr. Nadilson Portilho, foi desprezado na “sentença”. O Ministério Público, que é o fiscal da lei, que combate a corrupção eleitoral, disse, no processo, que SOU INOCENTE e afirmou, categoricamente, que houve uma TRAMA dos adversários derrotados para cassar o meu mandato. Um dos aspectos da trama é a existência, nos autos do processo, de conversa de áudio degravada e periciada pela Policia Federal, na qual a suposta vítima foi flagrada conversando com a coligação adversária, onde, de forma ativa, “Zequinha” propõe estratégia para corromper testemunhas a mentir em juízo, através do pagamento de propina.

Na única audiência de instrução, “Zequinha” confessou isso, reconhecendo sua voz na gravação. É impressionante o fato da fuga do juiz eleitoral em desconstituir a convicção idônea do Ministério Público, sobre a “arapuca”, urdida pelos derrotados inconformados, já que o decreto condenatório que cassa um mandato popular tem que estar fundamentado e lastreado em Provas cabais, incontroversas e sem nenhuma dúvida.

É a jurisprudência unânime nacional, inclusive a produzida pelo nosso Egrégio TRE. É igualmente impressionante um agente do estado, do porte de um Juiz de direito, que tem a gravíssima responsabilidade de fazer prevalecer a lei e a justiça, tomar decisões que põem em xeque a credibilidade da respeitável Justiça Eleitoral Paraense. Importante dizer, queridos amigos, que, ao tomar posse como Prefeito de Santa Luzia, a nossa TERRA QUERIDA, em janeiro/2013, assumi uma cidade que vivia, há quase 08 anos, sob a batuta da corrupção patrocinada pelos meus adversários do PT e PMDB locais, e como conseguimos, com muito esforço, após 01 ano de árdua dedicação, sanear a administração e tanger os malfeitores, agora estamos sendo vítima de uma retaliação espúria, na qual a justiça da 41ª Zona Eleitoral está sendo utilizada para, de forma escandalosamente parcial, tentar trazer o atraso de volta a Santa Luzia, o que seria terrível para os interesses de nossa população.

Hoje, basta ver, o município respira aliviado o ar da decência, obras em todos os quadrantes do município, nova agência bancária, nova Delegacia de Policia, nova UBS e novas unidades de saúde, novos veículos e maquinários, novos colégios e creches, novo estádio municipal, convênios já garantidos para o novo Hospital, para a Praça de Eventos, para a Feira de Alimentação, pagamento do funcionalismo em dia, com Piso Nacional Salarial e abono para os professores, já efetivados, e cidade permanentemente limpa e iluminada.

Para não me alongar mais, queridos amigos, devo dizer, finalmente, que estarei lutando, junto com o nosso vice Robson, não pelo cargo de prefeito em si. Não tenho apego e sei da transitoriedade da função. Fui deputado estadual [2007 a 2011] e não concorri a reeleição por coerência política e de princípios, já que deveria apoiar para o governo estadual quem eu acreditava ser o melhor para o Pará. E não me arrependi disso. Devo lutar para resgatar a minha dignidade que foi vilipendiada por um juiz que, verdadeiramente, não ama a verdade, muito menos a JUSTIÇA.

Vou em busca de um juiz isento. Tenho esse direito. Sou um cidadão brasileiro e acredito na Justiça do meu Estado e do meu País.

Um forte abraço e fiquem com DEUS, por que estou com ELE...

Adamor Aires

13 comentários:

Anônimo disse...

MONSTRO É TU SEU MENTIROSO!!!
NÃO FALA O NOME DE DEUS EM VÃO...
SEU MONSTRO...

Anônimo disse...

adamor, se é nula porque tu não estás no governo? porque abandonou a prefeitura? volta e assume novamente. a culpa de tu ser cassado é toda tua pois acha que pode comprar todo mundo. não era tu o cassador ? a vida toda tu ficou prejudicando aqueles que te ajudaram, bem feito. vcs só sabem enganar os outros. aqui se faz aqui mesmo se paga. perdeu!

Anônimo disse...

prefeito ou melhor, ex prefeito,tua família é trambiqueira e velhaca. teu pai quebrou um comerciante chamado joaozinho do estrela. ficou devendo a ele uma grana preta. ele foi prefeito 2 vezes do cachoeira, e não pagou o comerciante de capanema. ele morreu de desgosto, na miséria. tem tantos casos de mal feitos de vcs que se for enumerar, tenho que ficar escrevendo horas.um dia vcs devem se arrepender do quanto vcs já fizeram de ruim nessa vida.

Anônimo disse...

Todo mundo sabe que o adamor só ganhou as eleições porque usou dinheiro da prefeitura na sua campanha , . como diz um ex candidato a vereador do seu grupo, que nunca viu uma pessoa tão covarde como o ex prefeito. quantos prefeitos ele cassou? agora chegou a sua vez. muito justo.

Anônimo disse...

Acreditamos no seu retorno o mais rápido possível,o povo de Santa Luzia está com vc.Tenha fé em DEUS que td se resolverá.

Anônimo disse...

chora, gabirú,tua ratoeira te pegou. quem com ferro fere,com ferro será ferido. isso é o inicio do fim. teu irmão já é ficha suja, teu primo e teu pai. vaza corja ruim.

Edson Ribeiro disse...

INDIGNAÇAO.

Nos meus 28 anos de advocacia, realmente, nunca tinha deparado com uma decisão tão precária, mais parecendo uma peça doutrinária sobre o que venha ser a compra de votos em seu aspecto abstrato. Não vejo o cotejo analítico entre as teses de acusação e defesa, e, muito menos a avaliação detalhada da prova produzida pelas partes. Embora de forma muito sintética, ainda se pode dizer que o Juiz se reporta à tese acusatória, mas sobre a defesa do Prefeito, nada, absolutamente nada!! Sei que foi juntado ao processo um CD de audio no qual se verifica que a suposta "vítima" de compra de voto era, na verdade, pessoa vinculada até à alma com os candidatos EDNO ALVES e MARIA LUCIA MACHADO, estes integrantes da coligação autora da AIJE. O CD em questão, que era ouvido até em baiuca de canto de rua, revela, inclusive, uma conversa entre a suposta vítima de compra de votos e a candidata LUCIA MACHADO, tratando de corrupção de testemunhas para mentir em juízo e outras perversidades do gênero, mas a decisão adota um silêncio sepulcral sobre este aspecto da questão. Então as perguntas que não querem calar surgem, quais sejam: 1ª- Por que o juiz fechou os olhos para o aludido CD desmoralizante da prova como se ele inexistisse nos autos? 2ª- Por que não existe a menor referência sobre a tese da defesa do prefeito , nem que fosse para rechaça-la? 3ª- Será que o prefeito Adamor Aires não apresentou defesa nos autos, tornando-se, pois, revel? não acredito nenhum pouco mmeessmmoooo!!!

Meus irmãos, na verdade, quem toma uma decisão alterando a estabilidade político-administrativa de um município, sem ao menos se preocupar com uma fundamentação ao menos razoável, não só é suspeito de parcialidade, como também age com a certeza de que o povo do interior é um alienado mental, sem qualquer bom senso, sem poder de percepção, enfim, um caipira do tipo 'NERSO DA CAPITINGA', personagem inesquecível da "Escolinha do professor Raimundo", programa humorístico exibido pela Rede Globo,então comandado pelo saudoso Chico Anísio. Na verdade essa decisão nos causa pavor!! Não vemos mais nem a luz no fim do túnel!!Não temos mais saída!! Fechemos as portas de nossas casas, escorando-as com fortes barricadas, porque do jeito que tá a coisa tá preta!!

Indignadamente,

Edson Ribeiro.

Anônimo disse...

Ta vendo doutor,aqui se faz,aqui se paga,ainda mais querendo explorar a classe de apoio da educacao,fazendo trabalhar 8horas divididas em dois horarios.separando o pagamento da classe ,pagando logo os professores e deixando o apoio de lado.

Anônimo disse...

Se gritar pega ladrao, nao fica um meu irmao.
Mais uma ratazana pega na ratoeira. E
Esse é dos gordos, ladrao raça pura

Anônimo disse...

Meu grande prefeito Adamor Aires. A justiça será feita por que você é um grande prefeito que está fazendo a diferença na vido do povo de Santa Luzia com muito trabalho e compromisso. Você está nessa situação por ser uma pessoa boa que ´só pensa em fazer o bem e tava oferecendo emprego para um vagabundo, bandido de marca grande que todo mundo conhece. A sua situação é honrosa e diferente dos outros que foram pro pau por que tavam roubando o dinheiro do povo, o que não é o seu caso.
Mas com a ajuda de DEUS vamos reverter essa situação e vc vai continuar trabalhando pelo nosso povo. Estou com vc meu prefeito...

Anônimo disse...

foi cassador durante anos agora encontrou um gato esperto e virou gabiru corri

Anônimo disse...

esse edson ribeiro é um come dorme do prefeito. ele é mais um que surrupia a prefeitura, é mais um famigerado assessor do gabirú. incompetente, preguiçosoe desonesto.aliás o adamor está rodeado desses malfeitores, desses sanguessugas de plantão.

Anônimo disse...

obras que o prefeito adamor diz serem suas;:delegacia(reforma do jatene)ubs(obra do ministério da saúde), creche(ministério da educação)academia de saúde( fundo de saúde) recurso desde o tempo do louro)Hospital?acreditam nisso? Só se jatene ganhar, o que está se tornando muito difícil. é tudo conversa fiada.

Tecnologia do Blogger.