Região do Broca faz a segunda maior bancada da Câmara Municipal


Há tempos, desde o início dos anos 2.000, que a Câmara Municipal não tinha um número tão expressivo de representantes do interior. São quatro: Bastião do Pau de Remo [PSC], do Pau de Remo; Marcos do Broca [PT] e Marinho [PR], ambos do Broca, e Zé dos Santos [PMDB], do Km 18, além do Sávio do Cecéu [PMDB], com origens e raízes no Pitoró. E mais, a região do Broca até esta eleição jamais conseguiu eleger outro parlamentar além do veterano Marinho, que no último domingo conquistou seu quarto mandato e ao lado da vereadora Socorro Saldanha [PSD] tornou-se decano da casa.

A região do Broca saiu da urnas fortalecida e ganhou capilaridade política ao eleger mais dois representantes. O fato torna-se mais relevante ainda quando se faz uma análise dos números. Os três vereadores juntos somam 1.409 votos, o que representa nada menos que 10,96% dos votos válidos do pleito de domingo.

O ineditismo desta situação se deu por que o eleitorado do Broca e comunidades vizinhas, o segundo maior colégio eleitoral do município, votou maciçamente nas "pratas da casa", evitando o voto em "estrangeiros" como sempre ocorreu, dando um claro recado aos espertalhões de plantão que só davam as caras por lá em época de eleições.

Com uma bancada desse tamanho, menor apenas que a dos representantes da zona urbana, a região do Broca terá forças para reivindicar projetos e impor pautas em favor dos seus moradores, assim espera-se.

Comentários