Archive for Outubro 2016

Prefeitura de Garrafão do Norte decreta estado de calamidade financeira

Sem recursos para pagar em dia fornecedores e funcionários, a prefeitura de Garrafão do Norte, publicou decreto no último dia 03 declarando o município em estado de calamidade financeira. A medida assinada pelo prefeito Antonio Profiro [PMDB] - que concorreu à reeleição, mas foi derrotado - permite ao município justificar judicialmente os atrasos nos pagamentos e pedir socorro financeiro ao Estado e à União. Para justificar a medida extrema, Profiro alegou os reflexos da crise econômica que assola o país e levou os municípios à falência.

O estado de calamidade financeira estende-se por 90 dias, ou seja até o fim do mandato do prefeito, mas pode ser prorrogado pela sua sua sucessora Edilma Alves, do PSB, caso a nova gestora assim desejar e/ou necessitar.

Durante esse período serão tomadas medidas drásticas, como o corte de pessoal, por exemplo. A redução dos custos da máquina administrativa já está sendo efetivada com a demissão da maioria dos servidores temporários e corte de 20% nos salários do prefeito, do vice-prefeito, dos secretários e de cargos comissionados.

80% dos municípios brasileiros estão "quebrados" por conta da crise econômica

Da revista Época Negócios


Passado o segundo turno das eleições, a situação financeira das prefeituras virá à tona. De 3.155 municípios que informaram o quadro de suas finanças ao Tesouro Nacional, 2.442, ou 77,4%, já estão com as contas no vermelho, segundo levantamento feito pela CNM [Confederação Nacional dos Municípios]. E a situação vai piorar até o fim do ano, com a contínua queda da arrecadação, deixando a bomba fiscal para a próxima administração.

Ao contrário dos governadores, que alardearam nos últimos meses a crise sem precedentes nos seus cofres para ganhar mais dinheiro do governo federal, as prefeituras empurraram os problemas para debaixo do tapete durante a campanha eleitoral – não é exatamente um trunfo eleitoral mostrar que as finanças estão descontroladas.

Os futuros prefeitos, que vão herdar o rombo – no caso dos reeleitos, deles mesmos -, fizeram uma romaria nos últimos dias pelos gabinetes do Congresso em busca de dinheiro para 2017. Mas, com o teto de gastos já aplicado ao Orçamento federal do ano que vem, se depararam com uma grande dificuldade em emplacar seus pedidos de emendas aos deputados e senadores.

As informações prestadas pelos municípios ao Tesouro não são obrigatórias, por isso, boa parte dos 5.570 prefeitos não as enviam. Mesmo assim, o levantamento representa o retrato mais amplo disponível sobre as finanças das prefeituras. Ao analisar por estados, todos os municípios do Amazonas e do Rio que divulgaram as informações estão no negativo. Em São Paulo, 402 prefeituras registram déficit. Já no Rio Grande do Sul, o quadro não é muito diferente, com 371 cidades nessa situação.

A bomba já estourou e vai ficar pior até o final do ano. No período eleitoral, quem vai dizer que está mal?”, diz o presidente da CNM, Paulo Ziulkoski. Segundo a confederação, 576 delas estão atrasando salários.

A crise se agravou porque os prefeitos contavam com R$ 99 bilhões de repasses do FPM [Fundo de Participação dos Municípios] em 2016, mas a previsão é que esse valor não chegará a R$ 84 bilhões no fim do ano. A queda das transferências da União é mais dramática para estados do Nordeste e Norte do país, onde boa parte das prefeituras depende desse dinheiro.

As prefeituras também arcam com custos cada vez maiores com a Previdência. No ano passado, a despesa com servidores inativos cresceu 13,22% ante 2014, segundo dados do Tesouro Nacional para municípios acima de 200 mil habitantes. As receitas correntes, por sua vez, subiram apenas 6,81% no período.

Só vamos saber mesmo a situação quando sentarmos na cadeira”, diz o prefeito eleito de Brejo Grande [SE], Clysmer Ferreira. Membro do PSB, ele era o candidato da oposição no município e esteve no Congresso na última semana para pedir emendas aos parlamentares.

Se para os prefeitos que vão assumir os cargos a perspectiva para o ano que vem não é animadora, para os que estão deixando o cargo com as contas deficitárias o risco é de uma condenação por crime de responsabilidade fiscal. Na avaliação da CNM, muitos prefeitos vão virar ficha- suja.

A Lei de Responsabilidade Fiscal proíbe uma série de práticas nos últimos oito meses do mandato, entre elas deixar ao sucessor restos a pagar a descoberto - sem dinheiro em caixa para honrar o pagamento.

O economista José Roberto Afonso, pesquisador do Ibre/FGV e um dos formuladores da LRF, acredita que a sanção é correta, desde que em situação de normalidade econômica. Não é o caso agora. Seria preciso encontrar uma solução que impedisse uma gastança, mas não levasse a punições de prefeitos por fatores que são alheios à sua atuação.

Prefeitos eleitos de Santa Luzia e Cachoeira do Piriá participam de encontro nacional em Brasília

A partir de hoje segunda-feira [24] e nos dias 25 [terça-feira] e 26 [quarta-feira], os prefeitos eleitos e reeleitos do Pará terão as suas primeiras atividades na agenda de gestor municipal. Eles participarão do seminário "Novos Gestores 2017-2020 - ponto de partida para uma gestão de qualidade" que acontece no Centro Internacional de Convenções do Brasil, em Brasília.

O evento é uma realização da CNM [Confederação Nacional de Municípios] em parceria com a Famep [Federação das Associações dos Municípios do Estado do Pará] juntamente com suas associações e consórcios regionais, e tem como objetivo capacitar os novos prefeitos para uma gestão de qualidade. Na ocasião serão apresentados os desafios, caminhos e sugestões para auxiliar na administração municipal durante os próximos quatro anos.

O encontro receberá também os demais prefeitos das regiões Norte e Centro-Oeste. Na programação articulada pela Famep, os gestores terão também a oportunidade de reunir com ministros e com a bancada federal da Câmara e do Senado, em busca de fechar parcerias para a nova gestão.

O prefeito eleito de Santa Luzia do Pará, Edno Alves e seu colega também recém-eleito prefeito de Cachoeira do Piriá, Leonardo Vale, este acompanhado da prefeita Bete Bessa, estão no Distrito Federal participando do encontro e visitando a bancada paraense e ministros de estado em busca de recursos.


Som alto em carro passa a ser infração grave com punição severa

O Contran [Conselho Nacional de Trânsito] aprovou na quarta-feira, 19, uma resolução para coibir o som alto em veículos.

A resolução 624/2016 determina que os motoristas que estiverem com som alto, que possa ser ouvido do lado de fora do carro, sejam autuados por agentes de trânsito. A infração será considerada grave, e adicionará cinco pontos à carteira de habilitação.

Ruídos como buzinas, alarmes e sinalizadores de marcha a ré não entram na nova resolução. A medida também faz exceção a veículos prestadores de serviço de publicidade e veículos de competição nos locais com a devida permissão.

O Denatran [Departamento Nacional de Trânsito], responsável por determinar como será a fiscalização, informou que não falará sobre a resolução enquanto ela não for divulgada em Diário Oficial. Eles não souberam informar quando seria feita a publicação.

Nota oficial do ex-vereador Tião Oliveira

Abaixo uma nota emitida pelo ex-vereador Tião Oliveira a respeito do vazamento de um áudio - na tarde de ontem, quinta-feira, 20 - no qual ele conversa sobre a campanha com o Prefeito Adamor Aires, seu primo e grande amigo.

Aos meus tios, primos, primas e familiares...

Hoje, por volta as 14 hs, fui avisado por amigos que um áudio de uma conversa minha e do Adamor tinha sido publicada nas redes sociais. Primeiro quero dizer que esta publicação, não teve a minha autorização, sendo fruto de um vazamento irresponsável de uma conversa normal de discordância de opiniões sobre a campanha eleitotal que se passou.

Em momento algum fiz esta gravação com objetivo de prejudicar ou expor quem quer seja. Meu celular, durante a campanha, tinha um dispositivo que gravava conversas, conforme se ajustava ele. Naquele momento, tal dispositivo estava ligado e esta conversa foi gravada que, por sinal, não há nada demais, apenas discordância de opiniões, fato normal em uma campanha.

Por descuido e confiança, passei pra uma pessoa e a mesma veio a publicar tal conversa. Em toda a minha vida, sempre primei pelo zelo e apego a minha família, a Família Oliveira. Sempre busquei servir mais do que ser servido. Sempre fui parceiro, amigo, colaborador e, neste relacionamento, é natural que as discordâncias ocorram.

Nem sempre compartilhamos das mesmas ideias ou opiniões, principalmente quando se refere a uma campanha política, onde os nervos se afloram e os caminhos tomam trajetórias diferentes. Naquela conversa, naquele momento, eu e o Adamor tinhamos opiniões diferentes sobre a publicação de uma pesquisa e se prolongou em outros assuntos, sem criar um mal estar ente nós.

Divergir, não concordar com atitudes do outro, é normal, isso não quer dizer que estamos brigados ou que seremos inimigos para o resto da vida. Portanto, peço desculpas pelo que, indiretamente, sem intenção, acabei provocando. Que sirva de exemplo para que atitudes como essa, mesmo que involuntárias, não se repitam e que os cuidados com celulares sejam redobrados.

Aos meus tios Ademir e Mena, os quais tenho o mais profundo respeito, aos meus primos, fica a certeza de que não tive intenção de prejudicar, em nenhum momento fiz um ato pensado, apenas fui vítima de um excesso de confiança, fato que me fará repensar os compartilhamento de informações a partir de agora.

Um abraço a todos.

Tião Oliveira

Prestando contas - veja o valor arrecadado e o custo da campanha de cada um dos novos vereadores eleitos em Santa Luzia

Encerrado o pleito que definiu o novo prefeito, bem como os novos integrantes da Câmara Municipal que irão conduzir o destino de Santa Luzia pelos próximos quatro anos, o blog se debruçou sobre a prestação de contas dos eleitos junto à Justiça Eleitoral e passou a lupa sobre os números para trazê-los ao conhecimento do grande público.

Primeiramente para vereador, cujo limite de gastos determinado pela Justiça Eleitoral era de R$ 20.703,97. Porém o que se viu foram gastos modestos. Nenhum dos eleitos chegou nem perto desse montante, cujos gastos foram inferiores a R$ 5 mil, ou seja menos de um quarto do teto estabelecido pela justiça. E mais, em alguns casos, especialmente entre aqueles que figuram entre os mais votados não gastou sequer um único real. Fez uma campanha de custo zero.

Abaixo, de acordo com a ordem de votação, o valor arrecadado e os gastos de cada um dos novos parlamentares que ocuparão um assento na câmara  a partir de 2017.

01- Ahrnon Oliveira [PSDB], o campeão de votos, eleito com 759 votos e o mais jovem vereador da história do município de Santa Luzia.


02 - Galo Cego [SD], eleito com 626 votos a custo zero.

03 - Bode [PMDB], empresário, que foi a grande surpresa dessa eleição ao chegar em terceiro lugar com 594 votos.

04- Sávio do Cecéu [PMDB], herdeiro de um dos maiores políticos da região da Pará-Maranhão, eleito com 589 votos.

05- Bastião do Pau de Remo [PSC], líder comunitário e outra grata surpresa das eleições deste ano que chegou à Câmara Municipal com 581 votos.

06 - Orley Soares [PR], um dos poucos vereadores da atual legislatura que conseguiu ser reconduzido ao cargo. Atual presidente da Câmara, Orley é um grande conhecedor do regimento interno da casa além de ser um dos políticos da nova geração mais experiente e atuante. Orley foi aprovado pelos eleitores luzienses ao ser reeleito com nada menos que 546 votos.

07- Zé dos Santos [PMDB], uma das grandes lideranças do interior do município, veterano em disputas eleitorais mas que pela primeira vez obteve êxito nas urnas ao arrebatar 494 votos.

08- Marinho [PR], reeleito para o quarto mandato com 463 votos. Liderança da comunidade do Broca e região Marinho é um dos vereadores mais atuantes da câmara desde a década de 90 quando elegeu-se pela primeira vez.

09- Socorro Saldanha [PSD], a única mulher eleita para a próxima legislatura. Decana da casa, Socorro foi reeleita para o quarto mandato consecutivo com 427 votos.

10- Marcos do Broca [PT], o único representante do Partido dos Trabalhadores na Câmara Municipal a partir de 2017. Marcos é estreante na vida pública partidária e pela primeira vez vai ocupar um cargo público eletivo, por conta dos 365 votos que recebeu no pleito do último dia 02.

11 - Samuel do Corujinha [PTN], apesar de sua grande atuação em atividades esportivas e causas sociais no município há bastante tempo também está estreando na vida política eletiva. Garantiu assento na câmara graças aos votos de 356 luzienses que acreditaram no potencial e na capacidade de uma das jovens promessas da politica luziense.

I Cavalgada da Fazenda São Marcos

Do blog do Carlos Baía


No domingo dia 16/10, aconteceu a tão esperada “1ª Cavalgada Camponesa da Fazenda São Marcos” na vila do Campinho, na estrada Montenegro em Bragança no Pará. O elogiado evento contou com a participação de comitivas das cidades de Bragança, Viseu e Santa Luzia do Pará, com a presença registrada de “João do Galo”, “Dos amigos”, “Vem Quem Quer”, “Fazenda Reunida Comitiva do Berg” e “Arrebenta Porteira”.

Participação da Locutora de Rodeio, Jocácia Mendes de Marabá e da dupla sertaneja Tom & Dasso, sob a organização de pecuarista Marco Leal & Família. "O evento surgiu de uma brincadeira que um amigo me disse: Marco faça uma cavalgada em sua fazenda para irmos passar um dia de lazer e confraternizarmos, aí aconteceu e foi um sucesso" conta Marco Leal.

"O objetivo é reunir os amigos cavaleiros e fazendeiros para brincarmos e se divertir, além de divulgar o esporte que é prazeroso e charmoso" completou Lena Leal, esposa do Marco.

A 1ª Cavalgada contou com aproximadamente 500 pessoas, sendo 200 cavaleiros com seus respectivos cavalos e o restante fazendeiros e brincantes. Com o sucesso do primeiro evento, a "Cavalgada Camponesa da Fazenda São Marcos" vai ocorrer sempre no terceiro domingo de outubro na fazenda São Marcos na vila Campinho, município de Bragança no Pará.




Nota oficial do Prefeito Adamor Aires

A Prefeitura Municipal de Santa Luzia do Pará, de forma antecipada, vem denunciar e alertar a população, as autoridades policiais e o Ministério Público local, a respeito de manobras politiqueiras e manipulação de estudantes, que vem sendo arquitetada, dentre outros, pela Sra. JULIANA PATRIZIA SALDANHA, que se intitula professora, mas que, na verdade, é conhecida na cidade como “aprendiz de terrorista” pelo seu costumeiro comportamento de agitadora e pregadora da mentira, tudo com a finalidade de desestabilizar seus adversários políticos, já que foi, neste ano, uma das coordenadoras da campanha do PMDB/PT/EDNO/15, e aspirante ensandecida para ocupar o cargo de Secretária Municipal de Educação, a partir de 1º de janeiro de 2017, tanto que foi flagrada, nesta noite de 17 de outubro do corrente [fotos anexas], utilizando-se, indevidamente, das dependências da Escola Estadual e Municipal “Florentina Damasceno”, e confeccionando faixas e cartazes com palavras de ordem contra o Prefeito e a Administração Municipal, além de, pessoalmente, telefonar para as pessoas e alunos fazendo “convocação” para participarem de manifestação, no dia 18/10, contra o governo local, onde o ato final seria a invasão da Prefeitura Municipal, tudo com o objetivo covarde, mentiroso e traiçoeiro de “vender” uma imagem para a população de que há desgoverno e irresponsabilidade no setor educacional de Santa Luzia do Pará.

É puro oportunismo político, inclusive, fora de época, já passada as eleições, para se “cacifar” junto ao prefeito eleito, querendo mostrar ao futuro alcaide que “comigo ninguém pode”. Era só o que faltava. Veja-se outros fatos:

1 – A manifestação pretendida pela Sra. Juliana Patrizia, que tem o apoio do coordenador do Sintepp de Santa Luzia, bem como de vereador em final de mandato e candidato a reeleição derrotado no último pleito, visando tumultuar o ambiente educacional e fabricar atos radicais, é, repetindo tentativas similares frustradas em diversos períodos da atual gestão [2013/2016], movimento politiqueiro e prejudicial aos nossos estudantes, fruto de uma visão distorcida e voltada para a agitação e o oportunismo político, como já dito. Nada mais que isso;

2 – Cumpre esclarecer, desde logo, que o setor educacional do Governo da Terra Querida, nesses quase 04 anos de mandato, foi marcado pela boa gestão e responsabilidade comprovada. Nenhum governo anterior, muito menos o governo, de 08 anos, de triste memória, do PT/PMDB local, fez tanto pela educação como o da atual gestão. Aliás, a Sra. Juliana Patrizia foi avalista, na parte final daquele desgoverno que, a partir de janeiro de 2017, ressurge como fantasma, sendo o mesmo causador de infortúnios e desvios escandalosos de recursos educacionais, sem que a referida agitadora tenha movido uma palha para enfrentar ou denunciar os malfeitos indecentes contra as nossas crianças e adolescentes;

3 – Com efeito, vale relembrar, de novo, alguns fatos: A “professora” Juliana Patrizia, muito menos o Sintepp, mobilizaram-se para convocar manifestação e protestos escolares quando as 02 [duas] gestões passadas do PT/PMDB, por quase 08 anos, desprezaram e não aprovaram o Plano de Cargos e Salários da Educação - PCCR. Não foram para as ruas reclamar e exigir o cumprimento da lei que determina 60% dos recursos do FUNDEB para a remuneração dos professores. Também não deram um grito sequer para protestar pelos desvios de recursos do FUNDEB relativos às reformas das escolas abandonadas da Estiva, dos Três voltas e do Km 37, sem falar nas dezenas de escolas que sofreram reforma “fantasma”, documentadas criminosamente por firmas de fachadas. Da mesmo forma não deram um único “pio” pela ausência de construção de uma única escola na sede do município, em quase 08 anos, tendo enganado a população apenas com uma reforma deplorável na escola João Gomes, onde até o piso das salas ficaram soltos e imprestáveis. Não denunciaram o escandaloso desvio de recursos das quadras cobertas destinados, pelo FNDE, às escolas municipais João Gomes e São José, mesmo sabendo da existência de firma fantasma local, que repartiu criminosamente os recursos com integrantes do governo anterior PT/PMDB. Calaram-se, criminosamente, pela ausência de prestação de contas dos recursos da Merenda Escolar, do PDDE, do Salário Educação, do PNAT [Transporte escolar] e principalmente do FUNDEB, do exercício de 2011, em valores que aproximaram-se, só de desvios naquele ano, de algo em torno de R$ 15.000.000,00 [quinze milhões de reais];

4 – De outra banda, é fato, também, que, atualmente, todos os municípios brasileiros, especialmente àqueles que não possuem receita própria, estão passando por sérias dificuldades de gestão, em decorrência da pior crise econômica que atravessa o Brasil nos últimos 80 anos, segundo os especialistas no assunto. Ora, isso não é nenhuma novidade para ninguém, já que os causadores dessa calamitosa situação foi justamente o desgoverno PT/PMDB, no plano nacional;

5 – Em virtude da crise, ainda atualmente, massacrando os municípios, as receitas repassadas pela União, principalmente às pequenas municipalidades, diminuíram consideravelmente, gerando um desequilíbrio financeiro sem precedentes, bastando citar, no caso de Santa Luzia do Pará, o fato de que a Receita Mensal do FUNDEB está sendo menor que a despesa efetivada, levando em conta apenas o que é pago de vencimentos para professores [FUNDEB 60%] e pessoal de apoio [FUNDEB 40%], ou seja, todo o recurso mensal do FUNDEB está sendo direcionada apenas para o pagamento de salários. Já na questão do transporte escolar, o que o município recebe da União e do Estado, para esta finalidade, não chega a representar 35% das despesas mensais que o município se vê obrigado a contratar para o atendimento do deslocamento dos estudantes. Esta, lamentavelmente, é a realidade “nua e crua”.

6 – Ora bem! Diante desse quadro financeiro caótico, o pequeno atraso de 07 dias apenas nos salários do pessoal de apoio da Educação [FUNDEB 40%], que já tem pagamento agendado até o dia 23 de outubro, bem como o atraso já negociado com a empresa que presta serviços de transporte escolar para o município, não são motivos suficientes para ensejar “manifestação” destinada a criar um ambiente desfavorável do Governo Municipal diante da opinião pública, muito menos para invasão de repartição pública. A toda evidência, é o incorrigível fantasma [PT/PMDB] querendo voltar a espantar as criancinhas e relembrar seus tempos de “glória”;

7 - Chega de baderna! Chega de prejuízos aos nossos estudantes! Chega de prejuízos à comunidade! O Governo Municipal da Terra Querida, nesse pouco tempo de mandato, vem executando as despesas da educação com decência e eficiência, pagando o Piso Salarial Nacional desde fevereiro de 2013 e aplicando mais de 60% do FUNDEB na remuneração dos professores, construindo e reformando dezenas de escolas na cidade e no interior, oferecendo merenda escolar com regularidade e qualidade comprovadas, mesmo diante de um terrível e assustador cenário econômico nacional sem data para desaparecer;

8 – Nesse diapasão, a “novidade” da manifestação ora estimulada pela contumaz baderneira, Juliana Patrizia, e bancada por força política nada oculta, não possui motivação nobre. Ao contrário, é resultado de uma orquestração mesquinha, como já dito, para continuar auferindo resultados escusos e politiqueiros. É uma estratégia nojenta e natimorta de querer embalar um movimento municipal que já resultou frustrado no estado com a deflagração, neste ano, da estúpida greve dos professores, manipulada criminosamente pelo SINTEPP estadual, cujo único objetivo foi jogar a população contra o governo estadual. Aliás, greve ilegal, inclusive, declarada como tal pela justiça. Nesse sentido, a Administração Municipal e a Secretaria de Educação orientam os responsáveis e dedicados professores, bem como o pessoal de apoio do setor educacional a comparecerem, normalmente, ao trabalho, neste dia 18 de outubro e seguintes, sendo certo que àqueles que faltarem ao serviço, em função de manifestação descabida e intempestiva, terão descontados em seus contracheques pela eventual ausência verificada;

9 – Por fim, ratificamos o compromisso do GOVERNO DA TERRA QUERIDA de continuar lutando pela valorização permanente de todos os profissionais da área educacional de Santa Luzia do Pará até o dia 31 de dezembro de 2016, com dedicação e respeito, lembrando, porém, que é dever de cada um agir com a necessária responsabilidade, sempre com o objetivo de alcançarmos a melhoria do ensino para o aprimoramento e a formação cidadã de nossas crianças, jovens e adolescentes.

Santa Luzia do Pará, 17 de Outubro de 2016.

Adamor Aires de Oliveira - Prefeito Municipal de Santa Luzia do Pará

Banpará divulga nova data para que os funcionários efetivos municipais de Santa Luzia possam contratar empréstimo consignado


A agência do Banpará de Santa Luzia divulgou a nova data para a contratação de empréstimo consignado pelos servidores municipais efetivos junto à instituição financeira. Neste mês de outubro o período vai do dia 17 [ontem, segunda-feira] até a próxima sexta-feira, 21.

Os interessados devem dirigir-se à retrocitada agência no horário bancário, que por conta do HBV [Horário Brasileiro de Verão] estende-se das 08 às 14 hs munidos dos documento exigidos pelo banco.

Bancada do Pará deu 12 votos para aprovação da PEC que congela gastos federais

A Câmara dos Deputados aprovou, ontem, segunda-feira [10], o texto base da PEC [Proposta de Emenda à Constituição] que congela os gastos federais pelos próximos 20 anos, prioridade legislativa do governo Michel Temer para 2016.

O resultado — 366 votos a favor, 111 contra, com 2 abstenções — foi obtido com o empenho pessoal do presidente da República, o que incluiu um jantar para mais de 200 deputados na noite deste domingo, 09.

A bancada paraense contribuiu com 12 votos para essa vitória. Confira abaixo o voto de cada um dos 17 parlamentares do estado.

VOTARAM SIM PARA A PROPOSTA
  • Hélio Leite [DEM]
  • Elcione Barbalho [PMDB]
  • José Priante [PMDB]
  • Simone Morgado [PMDB]
  • Beto Salame [PP]
  • Júlia Marinho [PSC]
  • Éder Mauro [PSD]
  • Joaquim Passarinho [PSD]
  • Nílson Pinto [PSDB]
  • Josué Bengtson [PTB]
  • Chapadinha [PTN]
  • Wladimir Costa [SD]

VOTARAM CONTRA A PROPOSTA
  • Arnaldo Jordy [PPS]
  • Lúcio Vale [PR]
  • Edmilson Rodrigues [PSOL]
  • Beto Faro [PT]
  • Zé Geraldo [PT]

Mensagem do Prefeito Adamor Aires ao povo de Santa Luzia

AMIGOS DE SANTA LUZIA!

Esperei a poeira sentar pra falar a respeito do resultado das eleições em nosso município. Não fomos vitoriosos nas urnas, mas não nos sentimos derrotados.

Vivo, hoje, um misto de tristeza e alegria. Tristeza pela paralização de um ciclo produtivo de trabalho e conquistas jamais vistos em toda nossa história. Alegria e satisfação por ter tido a oportunidade, junto com o Robson e equipe, nesses quase 04 anos de mandato, ter organizado o município e ter construído obras e ter implantado serviços que mudaram, pra melhor, a vida das pessoas.

Desde a diária merenda escolar de boa qualidade, até a construção do novo Hospital Municipal, foram exemplos de ações que dignificaram a gestão do Governo da Terra Querida. Apesar do pouco tempo, e ter atravessado uma das piores crises econômicas desse país, provamos que é possível avançar quando se tem determinação e amor naquilo que se faz.

Ao concorrente que saiu vitorioso nas urnas, espero que faça uma boa gestão, e que, principalmente, cumpra com os incontáveis compromissos de campanha, a exemplo de centenas de empregos prometidos ao nosso povo, bem como diligencie para a instalação de empresas e fábricas para a geração de renda à população.

DEUS, proteja nossa Santa Luzia!

ADAMOR AIRES - Prefeito Municipal

Polícia Federal desarticula quadrilha de tráfico internacional de cocaína que atuava no Maranhão e no Pará

Do Portal G1-Maranhão

A Polícia Federal deu início na manhã desta terça-feira, 11, nas cidades maranhenses de São Luís [capital do estado], Vitorino Freire, Pinheiro, Vitória do Mearim, Santa Inês e Olho-d’Água das Cunhãs, além de Castanhal, no estado do Pará, a uma operação para desarticular uma associação criminosa especializada no tráfico transnacional de cocaína oriunda da Colômbia e Peru, tendo como destino traficantes atuantes no Maranhão.

Cerca de 70 policiais federais cumprem 16 mandados de prisão preventiva, um de prisão temporária e dez mandados de busca e apreensão, na "Operação Thunderbolt".

O Juízo da Vara Federal da Subseção Judiciária de Bacabal determinou, ainda, o sequestro de bens e bloqueio de valores dos investigados. Também está sendo cumprido mandado de prisão preventiva contra um traficante colombiano, cujo nome foi incluído na difusão vermelha da Interpol.

A investigação teve início há cerca de dois anos e identificou três núcleos de uma estruturada organização criminosa de traficantes especializados na venda de cocaína principalmente na capital maranhense e nas macrorregiões de Bacabal e Santa Inês.

Um dos núcleos da organização, segundo a Polícia Federal, adquiria a droga produzida na Bolívia e a transportava até o território maranhense por aeronaves e/ou veículos terrestres. Outros dois núcleos, chefiados por traficantes atuantes em Bacabal e São Luís recebiam a cocaína de um traficante colombiano residente em Letícia na Colômbia, cidade que faz fronteira com o município brasileiro de Tabatinga, no Amazonas.

O entorpecente era transportado por via fluvial até cidades ribeirinhas do Pará, de onde era levado de carro ao Maranhão.

O acompanhamento dos alvos pela Delegacia de Repressão a Entorpecentes da Polícia Federal durante a investigação levou à apreensão de cerca de 200 kg de cocaína e a prisão em flagrante de oito envolvidos, além da apreensão de veículos de luxo e valores em espécie.

Prefeitura de Capanema lança concurso para 362 vagas com salários que podem chegar a R$ 2.040,00


A Prefeitura de Capanema lançou novo concurso público [nº 001/2016] para contratação de 362 novos servidores de ensino fundamental, médio e superior, mais o cadastro de reservas.

Os salários ofertados vão de R$ 880,00 a R$ 2.040,00 em carga horária de até 40 horas por semana.

Os cargos com vagas são: Auxiliar de Mecânico, Auxiliar de Serviços Gerais, Auxiliar de Serviços Urbanos, Carpinteiro, Coveiro, Pedreiro, Servente de Pedreiro, Soldador, Vigia, Eletricista Predial, Encanador, Mecânico de Máquinas e Veículos, Motorista, Operador de Máquinas, Pintor, Agente de Vigilância Sanitária, Auxiliar de Saúde Bucal, Motorista de Caminhão, Recepcionista, Agente de Fiscalização, Agente de Tributos, Assistente Administrativo, Auxiliar Técnico em Computação, Guarda Municipal, Secretário de Escola, Técnico Agrícola, Técnico em Computação, Técnico em Edificações, Técnico em Enfermagem, Técnico em Laboratório Médico, Técnico em Radiologia Médica, Assistente Social, Enfermeiro, Engenheiro Agrônomo, Engenheiro Civil, Farmacêutico/Bioquímico, Fisioterapeuta, Médico, Médico Veterinário, Odontólogo, Psicólogo, Técnico Pedagógico e Professor Educação Básica I.

INSCRIÇÕES E TAXAS
As inscrições serão aceitas no período de 11 de outubro a 7 de novembro de 2016, pela internet, no endereço eletrônico, e valor da taxa varia de R$ 50,00, R$ 70,00 e R$ 90,00.

Os candidatos devidamente inscritos no concurso público 001/2015 da Prefeitura Municipal de Capanema e que não solicitaram a restituição da taxa de inscrição, deverão revalidar sua inscrição pelo site, no período de recebimento das inscrições.

O concurso será composto de prova escrita objetiva e análise de títulos. A realização da prova objetiva está prevista para ser aplicada nos dias 19 e 20 de novembro de 2016, em local e horário a serem oportunamente divulgados.

A validade do concurso será de dois anos, contados da data da homologação de seu resultado, prorrogável por até dois anos.

Fonte: Diário do Pará Online

Dupla é presa com armas e drogas em Santa Luzia do Pará

Do Diário do Pará
Clique na imagem para acessar a matéria no site do jornal Diário do Pará

Uma ação da Polícia Civil contra o tráfico de drogas resultou com duas pessoas presas em posse de uma certa quantidade de drogas e uma arma de fogo em Santa Luzia do Para - zona do Caeté/6ª RISP do estado, sediada em Capanema.

A operação, denominada "Ouro de Tolo", foi deflagrada na manhã do domingo, ontem, 09, culminando na prisão em flagrante de Gustavo Henrique Soares Nogueira, vulgo "Dentinho", e Luís Eduardo Nogueira da Silva. Em posse dos elementos estavam um revólver calibre 38 com três munições intactas, 64 papelotes de maconha acondicionados em papel alumínio prontas para venda e 02 tabletes de maconha prensada pesando 100 gramas cada.

Os presos foram autuados nos artigos 33 da lei 11.343/2006 e artigo 14 da Lei 10.826/2003. A operação foi coordenada pelo delegado Vinicius Medeiros e contou com apoio do investigador Marcos Antenor, do sargento José Gracielson e  dos soldados Sales e Marlon.

Bancada do PT no Senado teme ser dizimada na eleição de 2018


Da coluna Painel, da Folha de S. Paulo, hoje, 10:

O PT já admite que sua bancada no Senado pode ser dizimada pelas urnas em 2018, quando acabam os mandatos de 8 dos 10 senadores que o partido tem hoje. O grupo, que inclui Gleisi Hoffmann [PR – foto], Humberto Costa [PE], e Lindbergh Farias [RJ], foi eleito em 2010, quando Lula deixava a Presidência com 83% de aprovação e o PT era o preferido de 26% do eleitorado — hoje o índice é de 11%.

Alvejada pela Lava Jato e com o comando de menos da metade das prefeituras do que tinha há seis anos, parte dos senadores já admite reservadamente não disputar a reeleição se o cenário não se alterar até lá.

Greve dos bancários do Pará chega ao fim depois de 31 dias


Depois de 31 dias de paralisação, chegou ao fim, na noite desta quinta-feira, 06, a greve dos bancários. A categoria conquistou 8% de reajuste - menos do que o INPC, reivindicado durante a negociação. Além disso, os bancos também propuseram um abono de R$ R$ 3,5 mil, pago uma única vez, reajuste de 15% para o vale-alimentação e de 10% no vale-refeição e auxílio-creche/babá agora em 2016.

Entre as propostas específicas destacam-se a proteção dos funcionários no caso de reestruturação, ampliação de ausências legais e o compromisso de ampliação da inclusão das mulheres nas funções gerenciais. Na negociação, a categoria garantiu também um acordo para o próximo ano. Os bancos comprometeram-se a ajustar em 2017 a inflação do período, além de 1% de ganho real. A licença paternidade também passa a ser de 20 dias a partir de 1º de janeiro de 2017.

Espera-se que com o fim da greve os serviços bancários na agência do Banpará, a única de Santa Luzia, voltem ao normal, já que desde o início do movimento encontram-se gravemente prejudicados ao ponto de nem as operações mais básicas como saques nos terminais eletrônicos estão sendo realizadas por falta de dinheiro em espécie no interior das máquinas.

Prefeito Adamor quita os salários dos professores nesta sexta-feira

O Prefeito Adamor comunica que já realizou a transferência dos recursos do Fundeb 60% para a quitação dos salários dos professores, efetivos e temporários, da Rede Municipal de Ensino referentes à folha de pagamento do mês de setembro. Os recursos já encontram-se devidamente depositados na conta-salário de cada servidor e estarão disponíveis para saques na agência do Banpará de Santa Luzia a partir desta sexta-feira, 07.

PT foi o partido que mais perdeu com as eleições deste ano: a sigla foi praticamente varrida de todo o país

Por Painel

Vem pra rua Apeado do governo federal e com cerca de 350 prefeituras a menos do que havia conquistado em 2012, o PT projeta um cenário em que até 50 mil pessoas que ocupavam cargos comissionados nas máquinas administradas pelo partido perderão os postos em 2017, quando a sigla será desalojada de grandes estruturas como a Prefeitura de SP. O número circula em reuniões internas. Além do revés político, uma questão prática: as doações dos filiados — agora sem cargo — devem despencar.

Naufragou Petistas avaliam que a derrocada no Sudeste — principalmente em São Paulo — era prevista. Lamentam que nem no Nordeste, de onde o partido esperava tirar forças para se reerguer, o cenário foi positivo.

Juntando os cacos O PT de São Paulo fará uma série de reuniões de avaliação da campanha à reeleição de Fernando Haddad. De volta à oposição, o partido planeja apresentar aos militantes, em novembro, propostas para a atuação na capital paulista.

Região do Broca faz a segunda maior bancada da Câmara Municipal


Há tempos, desde o início dos anos 2.000, que a Câmara Municipal não tinha um número tão expressivo de representantes do interior. São quatro: Bastião do Pau de Remo [PSC], do Pau de Remo; Marcos do Broca [PT] e Marinho [PR], ambos do Broca, e Zé dos Santos [PMDB], do Km 18, além do Sávio do Cecéu [PMDB], com origens e raízes no Pitoró. E mais, a região do Broca até esta eleição jamais conseguiu eleger outro parlamentar além do veterano Marinho, que no último domingo conquistou seu quarto mandato e ao lado da vereadora Socorro Saldanha [PSD] tornou-se decano da casa.

A região do Broca saiu da urnas fortalecida e ganhou capilaridade política ao eleger mais dois representantes. O fato torna-se mais relevante ainda quando se faz uma análise dos números. Os três vereadores juntos somam 1.409 votos, o que representa nada menos que 10,96% dos votos válidos do pleito de domingo.

O ineditismo desta situação se deu por que o eleitorado do Broca e comunidades vizinhas, o segundo maior colégio eleitoral do município, votou maciçamente nas "pratas da casa", evitando o voto em "estrangeiros" como sempre ocorreu, dando um claro recado aos espertalhões de plantão que só davam as caras por lá em época de eleições.

Com uma bancada desse tamanho, menor apenas que a dos representantes da zona urbana, a região do Broca terá forças para reivindicar projetos e impor pautas em favor dos seus moradores, assim espera-se.

Primavera terá novamente uma mulher no comando do município

O município de Primavera terá novamente uma mulher no comando da prefeitura pelo próximos 04 anos. A atual gestora, Cleuma Bezerra [PSDB] eleita em 2008 e reeleita em 2012 passará o cargo em 2017 para sua maior adversária política, Renata Sousa, do PMDB, eleita no último domingo com quase 50% dos votos válidos.

Cleuma mesmo com bons índices de avaliação do seu governo não conseguiu eleger o candidato Waldenor Reis [PSDB] que apoiou juntamente com o Governador Simão Jatene. Cleuma e Renata se enfrentaram nas urnas em 2012, quando atucana levou a melhor sobre a peemedebista agora prefeita eleita.

Eleições 2016 - haverá disputa de segundo turno em 55 municípios. No Pará apenas em Belém

Os eleitores de 55 cidades ainda não sabem qual será o prefeito do seu município, por que a disputa nelas foi para o segundo turno. O país tem 92 municípios onde isso é possível, já que a lei determina a possibilidade de segundo turno nas cidades com mais de 200 mil eleitores.

O segundo turno é disputado quando ninguém atinge mais da metade dos votos válidos - excluídos os votos em branco e nulos. Neste ano, isso aconteceu em 55 das 92 cidades. Isso representa um aumento em relação à eleição de 2012, quando 50 cidades tiveram segundo turno.

No Pará, dos três municípios onde é possível a disputa de segundo turno [a capital Belém, Ananindeua na Região Metropolitana e Santarém no sudeste do estado] apenas em Belém haverá segundo turno entre o atual prefeito Zenaldo Coutinho [PSDB] e o deputado federal Edmilson Rodrigues [Psol], já que em Ananindeua o atual prefeito Manoel Pioneiro [PSDB] se reelegeu no primeiro turno e em Santarém o ex-deputado Nélio Aguiar [Dem] derrotou o atual prefeito Alexandre Von [PSDB], também no primeiro turno.

Abaixo a lista das cidades em que haverá segundo turno:


Junhão confirma favoritismo e conquista o segundo mandato para prefeito de Ourém

Em Ourém a oposição não chegou nem perto de ameaçar o grande favoritismo do prefeito Junhão [DEM] que teve uma vitória esmagadora com mais de 3 mil votos de diferença sobre o seu adversário, Lilico do PMDB. Em 2012, Junhão derrotou o então prefeito Elias Oliveira, também do PMDB, praticamente pelo mesmo placar.

A popularidade de Junhão e o nível de satisfação dos ouremenses com o seu governo se deve por que o gestor, segundo fontes do blog, é uma pessoa bastante acessiva e competente no comando do município, o que lhe credenciou para mais um mandato de prefeito.

Deputado Antonio Tonheiro elege o irmão à prefeitura de Capitão Poço e impõe derrota amarga ao deputado Belo

Em Capitão Poço as urnas confirmaram a tendência de 2014. O deputado Antonio Tonheiro, um novato na política, está no primeiro mandato, impôs uma dura derrota ao também deputado Raimundo Belo - um veterano da política poçense que está no segundo mandato de deputado, já administrou o município por duas vezes consecutivas e elegeu a esposa, Diana Belo, atual prefeita, para dois mandatos - ao eleger seu irmão João Tonheiro, do PR, à prefeitura do município.

A vitória dos Tonheiro era anunciada por conta do desgaste dos Belo que há mais de 20 anos controlam o município. O agora prefeito João Tonheiro vendeu a imagem de o "novo" com o discurso de mudança para uma população que há tempos apresentava fadiga e insatisfação com Raimundo Belo e deu certo ao derrotar o candidato governista, James Siqueira, por uma ampla vantagem de mais de 4 mil votos, praticamente o mesmo placar da diferença de 2014 quando os deputados se enfrentaram nas urnas.

Acidente grave na BR-316 próximo à Capanema nesta manhã


Um jovem de Capanema, identificado apenas como William, sofreu um acidente grave na manhã desta terça-feira na BR-316, próximo ao posto da PRF [Polícia Rodoviária Federal] ao se chocar com um caminhão carregado de tijolos. Segundo informações, William que se deslocava no sentido Santa Luzia do Pará em um Corsa de cor vermelha estava retornando de uma festa quando sofreu o acidente.

O choque foi tão grande que destruiu o automóvel e William morreu no local. O corpo ficou preso às ferragens e foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros.

Atualização às 16:15 hs - O blog recebeu agora a pouco a informação de que a vítima, popularmente conhecida pela alcunha de Salciha não faleceu. Encontra-se internado em um hospital em Belém e seu quadro de saúde é estável. O blog pede desculpas pela falha. O erro se deu em função da reprodução de informações repassadas por uma fonte que considera confiável.

Raimundão é eleito como prefeito em Bragança


O empresário Raimundão [PSDB] foi eleito prefeito de Bragança com 43,10% dos votos válidos, desbancando o favoritismo do ex-prefeito Edson Oliveira, do PMDB, que ficou em segundo lugar com 34,78% dos votos válidos. O terceiro colocado foi Vanderlei Baltazar [PPL] que obteve 10,11% dos votos válidos.

O atual prefeito, Pe. Nelson Magalhães [PPS], tido como o pior prefeito do município dos últimos tempos, que conduziu uma administração pra lá de desastrosa, foi humilhado nas urnas: teve pífios 4.848 votos, o que representa 7,62% do eleitorado bragantino. O fona foi o filho eterno deputado federal Gerson Peres, Gersinho Peres com 4,40% dos votos.

Chico Neto é eleito prefeito em Capanema

O ex-deputado e ex-prefeito Chico Neto [DEM] foi eleito prefeito de Capanema com 58,78% dos votos válidos. O segundo lugar no município ficou com o candidato Dr. Nelson [PSDB], indicado pelo atual prefeito Eslon Martins, com o apoio do governador Simão Jatene, que obteve apenas 30,58% dos votos válidos. Jair Neves [PSC], irmão do deputado estadual Jaques Neves, ficou em terceiro lugar na disputa com pouco mais de 10% dos votos capanemenses.

Leonardo Vale é o novo prefeito de Cachoeira do Piriá

A prefeita de Cachoeira do Piriá, Bete Bessa [PMDB] que não concorreu a reeleição, consolidou-se como a maior liderança política daquele município ao eleger Leonardo Vale [PR] - que apesar de pertencer à "dinastia" Vale, uma das famílias mais influentes e poderosas da política paraense, é um estreante em disputas eleitorais - como seu sucessor. Desde que entrou na política em 2012 Bete Bessa só colecionou vitórias maiúsculas em todos os embates eleitorais em que se envolveu: elegeu-se prefeita com mais 80% dos votos válidos, em 2014 deu mais de 74% dos votos cachoeirenses para Helder Barbalho na disputa pelo governo do estado e ontem consagrou Leonardo Vale como prefeito do município com 52,31% dos votos, impondo uma amarga derrota ao popularíssimo Lucas Machado, o Mundozinho, tido como grande favorito no início da campanha eleitoral.

Na imagem abaixo o resultado com os números finais para a eleição de prefeito em Cachoeira do Piriá:

Resultado da eleição para prefeito em Santa Luzia do Pará


O candidato Edno Alves, do PMDB, foi eleito o novo prefeito de Santa Luzia com 6.947 votos, o que corresponde a 52,95% dos votos válidos, derrotando o atual prefeito Adamor Aires [PR], que obteve 6.038 votos, o equivalente a 46,02%, na disputa pelo segundo mandato. A diferença foi de 909 votos. O candidato do Psol, Raimundo Soares teve 134 votos.

Do total de 16.609 eleitores aptos a votar compareceram 13.724. Sendo que 13.119 validaram o voto, 495 anularam o voto e 110 votaram me branco.

Eleições 2016 - veja quem são os vereadores eleitos em Santa Luzia


A eleição de 2016 em Santa Luzia foi um claro recado de renovação da população para os integrantes da Câmara Municipal. Dos 11 vereadores da atual legislatura apenas três conseguiram renovar o mandato. Orley Soares, Socorro Saldanha e Marinho Bessa. Três não concorreram - Olinda Lucena, Nenenzão e Carlinhos do Sindicato e cinco não conseguiram se reeleger: Naldo Tembé, Zeca do Bento, Getro Dias, Nando Vieira e Naldinho.

A maior surpresa ficou por conta do vereador Getro Dias, um dos campeões de votos em 2012 e tido como franco-favorito que teve uma votação magrinha de apenas 174 votos ficando bem distante de um assento no parlamento mirim.

No mais, diante do que se viu durante a campanha prevaleceu o óbvio. Confira abaixo a lista dos novos vereadores eleitos ontem:

01- Ahrnon Oliveira [PSDB]: 759 votos
02- Galo Cego [SD]: 626 votos
03- Bode [PMDB]: 594 votos
04- Sávio do Cecéu [PMDB]: 589 votos
05- Bastião do Pau de Remo [PSC]: 581 votos
06- Orley [PR]: 546 votos
07- Zé dos Santos [PMDB]: 494 votos
08- Marinho [PR]: 463 votos
09- Socorro Saldanha [PSD]: 427 votos
10- Marcos do Broca [PT]: 365 votos
11- Samuel do Corujinha [PSL]: 356 votos