Coloque a sua foto aqui: seja um seguidor do Santa Luzia Online

Em tempo

O tom bélico dos valetes da "bancada do ódio" - leia-se vereadores integrantes da oposição raivosa na Câmara Municipal - contra o Prefeito Adamor Aires ganhou ares cômicos, para não usar outros adjetivos, na reta final da campanha eleitoral. Na ausência de realizações ou de honestidade de propósitos, talvez, um vereador do PMDB, famoso pela retórica verborrágica desconexa, falou em alto e bom som em reunião no bairro Natolândia no início dessa semana que o asfalto implantado recentemente nas ruas de Santa Luzia através do programa "Asfalto na Cidade", do Governo do Estado em parceria com a prefeitura, foi uma conquista do "governo interino de dezessete dias" e não do Prefeito Adamor... Ora nobre vereador, menos: assim Vossa Excelência passa recibo à respeito do que se comenta na City, de que não estaria em pleno exercício das suas faculdades mentais em decorrência da senectude que lhe pesa aos ombros.

A propósito, aproveitando a deixa do discurso do parlamentar maluquinho-sênior um certo potoqueiro que faz parte da banda de lá tascou essa: "Aqui esse bairro não merece ser chamado mais de Natolândia [uma alusão ao ex-prefeito Nato Costa], mas Jetrolândia." Moral da história: como não têm nenhuma realização a mostrar e muito menos projetos a turma tenta se apoderar do trabalho alheio sem o menor pudor.

A "bancada do ódio", useira e vezeira dos conchavos espúrios, faz política com o fígado e desarmada dos bons propósitos. Ávida por privilégios nada republicanos no exercício parlamentar, persegue a Administração Municipal prejudicando criminosamente o povo luziense ao ponto de votar contra projetos prioritários para o desenvolvimento do município e indispensáveis para a melhoria da qualidade de vida da população. Vale lembrar que por conta de picuinha política o projeto da LDO [Lei de Diretrizes Orçamentárias] para o exercício financeiro de 2015 foi reprovado colocando em risco a governabilidade, a captação de recursos e a aplicação de receita no município.

No domingo, o Pará não vai simplesmente optar entre Simão Jatene e o filho do Jader Barbalho. Os paraenses estarão decidindo entre a decência e o crime, a honradez e a corrupção, o Estado de Direito e o autoritarismo de uma oligarquia, um democrata de capacidade reconhecida e um picareta. Mais que o segundo turno da eleição estadual, vem aí uma decisão: continuar com o trabalho honesto que está dando certo ou apostar numa aventura, no retrocesso? A primeira opção mantém o Pará na trilha do desenvolvimento, enquanto que a segunda pavimenta a estrada para o retorno da velha política de assalto aos cofres públicos e dos escândalos que tanto envergonharam os paraenses num passado nem tão distante.

Os intelectualóides petistas luzienses não se mostram muito dispostos a votar em Helder Barbalho - sangue do meu sangue de Jader, figura demonizada por dez entre dez companheiros na época em que fingiam ser honestos - nesse segundo turno. Não se sabe se pelo mico de serem obrigados a engolir o Barbalhinho, enfiado goela abaixo pela direção estadual do PT, ou se ainda resta um mínimo daquela velha dignidade que arrotavam nos tempos de militância. O certo é que a maioria da petezada luziense continua em campo pedindo votos para Dilma Rousseff, e só.

Que o deputado federal Wladmir Costa é Simão Jatene desde criancinha, disso ninguém pode duvidar: o esforço do "Federal do Povão" para reeleger o Governador, é titânico. Porém, não dá para entender a postura do arremedo de grupo liderado pelo empresário Einaldo Lucena - amigo de laços estreitos e afilhado político de Wlad - em consórcio com o PMDB e o PT luziense trabalhando fervorosamente para eleger Helder Barbalho, arqui-inimigo de Wladmir Costa. Que a atitude de Lucena em apoiar o Barbalhinho é puro despeito com o Prefeito Adamor, disso todo mundo está careca de saber. Agora, a falta de pulso do deputado para controlar o próprio curral e deixar que o seu rebanho reforce as hostes do inimigo, aí não dá para entender.

Os loroteiros de plantão propalam cheios de si que o Prefeito Adamor Aires foi o grande derrotado nas eleições do primeiro turno em Santa Luzia. Papo furado e coisa de gente que não tem o mínimo de discernimento político. Aos números: Cássio Andrade, o deputado estadual apoiado pelo prefeito Adamor teve sólidos 2.224 votos, o que representa em termos proporcionais nada menos que 19,71% dos votos válidos do eleitorado luziense. Praticamente o dobro de votos do segundo colocado, Orley Soares - que tinha a seu favor o fato de ser um filho da terra - que obteve 1.332 votos, o que equivale a 11,81%.

A propósito, o desempenho do Prefeito Adamor foi mais surpreendente ainda quando se trata do apoio dado ao deputado federal Josué Bengtson, apenas três dias antes da eleição. Pastor Josué recebeu o voto de nada menos que 2.401 luzienses e foi o grande campeão deixando na poeira Simone Morgado, a queridinha dos Barbalho, que recebeu apoio robusto do empresário Edno Alves, candidato derrotado nas eleições municipais de 2012, e mesmo assim obteve minguados 1.897 votos.

Acostumado a levar de lavada o título de "o mais votado" de Santa Luzia, o deputado Lúcio Vale desta vez, sem o apoio do Prefeito Adamor Aires, amargou um distante terceiro lugar com irrisórios 1.537 votos. Portanto, diante desse panorama fica evidente a força e a capacidade de transferência de votos do Prefeito Adamor Aires que nem de longe pode ser chamado de perdedor. E mais, se passar a lupa sobre a votação recebida pelos deputados estadual e federal, sob a batuta do Prefeito, observa-se que os votos foram casados, como se diz no jargão político, por que a disparidade entre os números é ínfima.

Logo mais a noite, os campeões de votos em Santa Luzia, os deputados reeleitos Cássio Andrade - Assembléia Legislativa - e Josué Bengtson - Câmara Federal - estarão na City para participar da última reunião de bairros do grupo político do Prefeito Adamor Aires em prol das candidaturas do presidenciável Aécio Neves e da reeleição do Governador Simão Jatene nesse segundo turno. Na oportunidade além de reforçar o coro pedindo votos para a dupla de tucanos, Josué e Cássio devem aproveitar para agradecer ao povo luziense pela votação expressiva recebida no último dia 05 graças ao apoio incondicional do Prefeito Adamor.

O pleito de 2014 ficará registrado nos anais políticos brasileiro como as eleições do vale tudo: a mais suja e violenta da jovem democracia nacional. Nunca na história deste país houve uma propaganda eleitoral tão sórdida, baixa e terrorista protagonizada pelas duas maiores máquina partidárias que dominam o país que para não perderem os privilégios lançaram mãos dos instrumentos mais mesquinhos para desqualificar os inimigos - isso mesmo, para o consórcio do mal PT/PMDB não há adversários, mas inimigos a serem destruídos a qualquer preço - com mentiras, manipulações e difamações de toda sorte. Sinceramente, o povo brasileiro não merecia isso.

Prefeito Adamor Aires realiza reunião de bairro em prol das candidaturas de Aécio e Simão Jatene


O Prefeito Adamor Aires, juntamente com o vice-prefeito Robson Federal, vereadores e lideranças políticas do município realizarão ato político em prol das candidaturas do presidenciável Aécio Neves e do Governador Simão Jatene, candidato à reeleição, ambos do PSDB, nesta quinta-feira, 23, à partir das 20 hs no Bairro Novo, próximo ao bairro Natolândia, em frente à residência do senhor Joãozinho Rafael.

Presenças já confirmadas do deputado federal Josué Bengtson [PTB] e do deputado estadual Cássio Andrade [PSB], ambos reeleitos no dia 05 com apoio do Prefeito Adamor Aires e com votação expressiva no município. Aliás, Josué e Cássio foram os campeões de votos em Santa Luzia ao superar todos os outros candidatos apoiados pela "bancada do ódio", da Câmara Municipal.

Capanema vai completar 104 anos

O município de Capanema completará 104 anos de emancipação política no próximo dia 5 de novembro e a data será comemorada com uma festa cultural organizada pelo Grupo Folclórico Timbira, que completa dez anos de existência no dia 1º de novembro. A festa do Timbira será no dia 31 de outubro no Clube Nassau, com apresentação da Marujada e seus músicos, além da banda de música Popular Paraense, de Pedrinho Calado.

Uma das economias mais pungentes do nordeste paraense, Capanema se desenvolveu graças à sua localização estratégica que a tornou polo para vários outros municípios da região bragantina e possui população em torno de 62 mil habitantes e estimativa de 40 mil eleitores.

Aécio Neves em Belém - prefeito e comitiva participarão do ato político na capital


O presidenciável e líder em todas as pesquisas de intenção de votos no segundo turno, Aécio Neves [PSDB], estará hoje à noite em Belém participando de um comício ao lado do Governador Simão Jatene [PSDB], candidato à reeleição.

O Prefeito de Santa Luzia, Adamor Aires, aliado de primeira hora do Governador, estará na capital do estado acompanhado de uma grande comotiva pró-Aécio e Jatene para participar do evento.

Deputado não se reelege por erro na documentação da candidatura

O deputado Raimundo Belo [Pros], de Capitão Poço, que tentou a reeleição mas foi barrado pela Justiça Eleitoral por erro na documentação de registro da candidatura teve votos suficientes para renovar o mandato na Alepa. Exatos 34.282 eleitores votaram em Belo, cujos votos foram anulados pelo TRE [Tribunal Regional Eleitoral].

A propósito, Belo Travou uma guerra sangrenta com seu principal adversário no município de Capitão Poço, o empresário Antonio Tonheiro eleito deputado estadual com 34.191 votos.

Uma pesquisa por dia na corrida presidencial

Será, como era de se esperar, uma semana, cheia de novas pesquisas. Das que interessam, será divulgado um Datafolha presidencial hoje à noite. Uma pesquisa feita inteiramente hoje. Captará, assim, em seu resultado parte das repercussões do debate de ontem.

Na quarta-feira, um novo Datafolha. Na quinta-feira, uma pesquisa Ibope e novamente outra do Datafolha. No sábado, os dois institutos divulgarão novo levantamento.

Debate entre os candidatos ao governo do estado na Liberal será dia 23


O debate entre os candidatos ao governo do estado Simão Jatene [PSDB] e Helder Barbalho [PMDB], realizado pela TV Liberal, será na próxima quinta-feira, 23.

Serão três blocos de debate: o primeiro com tema livre, o segundo com perguntas de tema determinado e o terceiro para considerações finais. O objetivo é fazer um debate baseado em perguntas entre os candidatos, com ênfase no aprofundamento do programa de governo de cada um. Por entender que o debate é um evento que deve ser assistido na íntegra, a emissora afiliada à Rede Globo não fará edições ou compactos para exibir em nenhum programa ou telejornal. Os candidatos também se comprometem a não utilizar trechos do debate na propaganda eleitoral.

Em cada bloco, cada candidato terá direito a fazer duas perguntas, com 30 segundos para a pergunta, 1'30'' para a resposta, 1' para a réplica e 1' para a tréplica. A ordem de quem inicia cada bloco do debate foi definida em sorteio na presença com os representantes dos partidos políticos.

Em tempo

O Pará, na eleição do 2º turno, terá uma chance única de eleger JATENE 45, e, com isso, alavancar o pleno desenvolvimento do Estado. Com Aécio Neves, na Presidência [já era PT], e Jatene no Governo do Estado, as condições para o crescimento do Pará estarão asseguradas. Ambos do mesmo Partido [PSDB], amigos e parceiros de longas datas, nada será óbice para desenvolverem, juntos, o Pará e o Brasil. ACORDA, PARÁ. O BRASIL JÁ SAIU DA SONOLÊNCIA. É 45, duas vezes. 

Pensando bem, o grande vitorioso na eleição do 1º turno foi o Prefeito Adamor Aires, que, mesmo sem fazer esforço, e sem gastar um centavo de recursos públicos, deu a maioria de votos apurados para seus candidatos a ]deputado estadual, Cássio Andrade [2.224 votos] e Deputado Federal, Josué Bengtson [2.401], sendo que este passou a ter seu apoio a apenas 03 dias antes da eleição. Na verdade, pode-se dar uma interpretação mais elástica da firme liderança do Prefeito Adamor Aires, na TERRA QUERIDA, levando-se em conta que o gestor municipal flexibilizou sua posição política ao compreender e permitir que fortes lideranças de seu grupo político pudessem apoiar diversos outros candidatos.

Já pra eleição para governadormesmo com resultado adverso, o que se percebe é a forte coesão do grupo do Prefeito Adamor, levando-se em conta 02 fatores: primeiro, se Jatene não levou a melhor, isso ocorreu em virtude de que meia dúzia de grupelhos políticos, de interesses conflitantes, cuja “bandeira” é o ÓDIO e a dor de cotovelo, juntaram-se aos Barbalho, forçosamente, para praticarem a política rasteira e mentirosa, sem falar do “derrame” de dinheiro fácil para a velha prática de compra de votos; segundo, não se pode negar, parte de nosso eleitorado, infelizmente, é desinformado e vive presa ao curral eleitoral chamado de “bolsa família”.

O terrorismo, mais uma vez, imperou na eleição, principalmente, em municípios pobres, carentes e pequenos, a exemplo de Santa Luzia, cuja AMEAÇA petista ainda impõe o falso temor de que se seus candidatos não ganharem o bolsa família vai desaparecer”. O condenável NAZISMO alemão parece que deixou filhos órfãos em alguns grotões do Norte e Nordeste brasileiro. Essa cantilena  acabando. Ô “raça”...

O melhor da história é que toda eleição trás um aprendizado. Entretanto, independente dos resultados, o que conforta àqueles que querem o bem e o desenvolvimento de Santa Luzia é a inabalável determinação do Prefeito, Adamor Aires e de seu Vice, Robson Federal, de não desviarem o foco administrativo sério e decente, marcas já registradas, no Governo da TERRA QUERIDA, práticas saudáveis que estão gerando frutos concretos em favor da população, a exemplo das dezenas de obras já entregues e em construção, na cidade e no interior, bastando citar a implantação da agência bancária do BANPARÁ, as Unidades de Saúde da Família, a Praça de Eventos, a Feira de Alimentação Coberta, Estádio Municipal, a construção de creches, a construção, reforma e ampliação de escolas, o asfalto na cidade e no interior e, principalmente, a construção do Hospital Municipal, dentre outras obras e serviços já implantados. 

Na contramão de todo esse esforço, seriedade e trabalho do Executivo Municipal, está a Câmara Municipal de Santa Luzia, manobrada por um grupinho de vereadores omissos e raivosos, cuja presidência, além de omissa e raivosa, se deixa influenciar pelo ódio rasteiro e barato, em que pese as falsas “juras de amor cristão”, estratégia pecaminosa apenas para enganar os fracos de espírito e meia dúzia de bobos da corte.

Exemplo de como a Câmara Municipal só trabalha contra o Povo, basta citar, em sessão no inicio deste mês, a REJEIÇÃO  por 6 X 5,  do Projeto de Lei que dispõe sobre as Diretrizes Orçamentárias para o exercício financeiro de 2015. Inacreditável. Além de não cumprirem a Lei e o Regimento quanto ao prazo para votação da importante matéria, os Vereadores Nando, NaldinhoJetroCarlinho do Sindicato, Naldo Tembé e a presidente, Olinda, ultrajaram seus mandatos ao golpearem os interesses da coletividade, pois não se deve e nem se pode REJEITAR uma LDO [Lei de Diretrizes Orçamentárias]. O máximo que poderiam ter feito, seria modificar um ou outro artigo, mas NUNCA REJEITAR, porque com a REJEIÇÃO só quem perde é o Povo. ALÔ MINISTÉRIO PÚBLICO, ATENTADO CONTRA O POVO, MERECE PROTEÇÃO!

Os principais escândalos envolvendo a família Barbalho: é isso mesmo que você que para o Pará?

A revista Veja mantém em seus arquivos virtuais - à disposição de qualquer internauta que interessar - uma página denominada "Rede de Escândalos" que elenca os principais escândalos envolvendo figurões da República em casos escabrosos de corrupção e crimes financeiros contra o Estado.

Não é necessário pesquisa minuciosa para encontrar casos de grande repercussão na imprensa nas últimas décadas protagonizados por políticos que têm o mal hábito de meter a mão no alheio. Vergonhosamente, o único paraense a integrar esse time de primeira linha de saqueadores de dinheiro público é Jáder [e toda a família Barbalho] que se locupletou dos cargos públicos que ocupou em benefício próprio para erguer o império financeiro e de comunicação, este último usado exclusivamente para manipular informações e enganar o povo paraense para se dá bem na política.

Abaixo alguns recortes da página "Rede de Escândalos" [clique nas imagens para vê-las em tamanho ampliado] contendo todas as informações sobre a vida pregressa de Jader Barbalho e sua família ao longo de quase quarenta anos de vida pública:

01- Escândalo de desvios de dinheiro do Banpará


02- Escândalo de desvios de dinheiro da Sudam

PP quer a expulsão de Jefferson Lima por traição

Deve custar caro a traição do radialista e dublê de político Jefferson Lima ao seu partido, o PP, aliado de todas as horas de Simão Jatene [PSDB]. Lima recebeu mais de 700 mil votos como candidato ao senado no último dia 05 integrando a coligação que apoia a reeleição do Governador, mas tão logo foi encerrada a apuração o radialista da Rede Boas Novas, atraído pelos aceno$ dos Barbalho trocou de lado e decidiu apoiar a eleição de Helder Barbalho, filho do notório senador Jader Barbalho, figurinha carimbada nas instâncias superiores da justiça em Brasília.

A executiva estadual do Partido Progressista realizará às 18 horas de hoje, 14, uma reunião para decidir, preliminarmente, se Jefferson Lima fica ou não no PP, uma vez que ele violou as diretrizes da legenda, ao anunciar apoio ao candidato do PMDB ao governo do estado, Helder Barbalho, um dia depois de declarar apoio ao Governador Simão Jatene.

Presidente do PP no Pará, o ex-deputado Gerson Peres, não gostou nenhum pouco da atitude do radialista que um dia antes, na segunda-feira, declarou que seguia firme com apoio a Simão Jatene, mas no dia seguinte anunciou que estava com Helder Barbalho pegando todo mundo de surpresa. De acordo com Gerson Peres, Jefferson Lima infringiu gravemente o estatuto do partido e os princípios éticos que norteiam a relação com Governo do Estado com quem o PP tem compromissos.

A postura de Jefferson Lima repercutiu muito mal entre diversos segmentos evangélicos, inclusive vários pastores passaram a defender a não renovação do contrato dele com a TV Boas Novas por falta de princípios cristãos, e a direção da Assembleia de Deus, igreja a qual Jefferson Lima é membro, também informou que continua apoiando a reeleição de Simão Jatene. 

Os motivos nada republicanos que garantiram o apoio de Jefferson ao candidato peemedebista no segundo turno gerou inúmeros questionamentos e declarações de repúdio nas redes sociais: a especulação mais propagada é a de que Jefferson teria recebido dois milhões de argumentos de Helder Barbalho, mais a garantia de que será o candidato do PMDB a prefeito de Belém nas próximas eleições, assim como um programa na Rádio Clube do Pará e espaço em programa na Rede Brasil Amazônia, que pertence à família Barbalho.

Casamento a vista - PSB e PPS devem se fundir após as eleições

Aliados na campanha de Marina Silva, PSB e PPS, negociam uma fusão para somar forças e ganhar peso no Congresso. Dirigentes dos dois partidos vão se reunir hoje e esperam concretizar a união em novembro, logo após o segundo turno.

A nova sigla manteria o nome do PSB e teria uma bancada de 44 deputados em 2015 — a quarta maior da Câmara, atrás de PT, PMDB e PSDB - com a promessa de criar uma alternativa à polarização entre petistas e tucanos, seja qual for o presidente eleito.

A propósito, o PSB também tentará incorporar ou formar um bloco com siglas nanicas. Estão na mira o PEN, que elegeu dois deputados federais, e o PHS, que apoiou Marina e terá cinco cadeiras.

Aécio abre 17 pontos sobre Dilma, mostra pesquisa


Pesquisa ISTOÉ\Sensus divulgada no sábado, 11, mostra Aécio Neves [PSDB] com 58,8% dos votos válidos e a petista Dilma Rousseff com 41,2%. Trata-se de uma diferença de 17,6 pontos percentuais.

O índice de eleitores que afirmam não votar em Dilma de forma alguma é de 46,3%. Já a rejeição de Aécio Neves é de 29,2%. Segundo a publicação, a pesquisa capta parte dos efeitos provocados pelas declarações do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa sobre o detalhamento do esquema de corrupção na estatal.

No levantamento sobre o total dos votos, Aécio soma 52,4%, Dilma 36,7% e os indecisos, brancos e nulos são 11%, com margem de erro de 2,2% e índice de confiança de 95%.

Em votos espontâneos, quando nenhum nome é mencionado, Aécio soma 52,1%, Dilma fica 35,4% e os indecisos são 12,6%.

As próximas pesquisas - Ibope e Dtafolha - para presidente saem na quarta-feira no Jornal Nacional

Depois de amanhã, quarta-feira, serão divulgadas mais duas pesquisas presidenciais no Jornal Nacional, uma do Ibope e uma do Datafolha.
Ambas pegarão a onda de boas notícias da campanha de Aécio Neves, com a série de apoios importantes que recebeu nos últimos dias. A do Datafolha, feita com 9 260 entrevistados, será realizada entre terça-feira e quarta-feira.
A do Ibope, que ouvirá 3 010 eleitores. Começou a ser feita na sexta-feira e terminará na quarta-feira. Ambas pegarão também alguma repercussão do debate de terça-feira à noite na Band.

Tragédia no Caeté - menina de 5 anos morre afogada


O que seria um domingo de lazer e diversão no dia das crianças terminou em tragédia no balneário do Caeté na tarde de ontem para uma família luziense. Acompanhada da mãe e de alguns familiares, a garotinha Gabielli, de apenas 05 anos, tomava banho e brincava na areia quando se dispersou e foi para a parte mais funda do rio sem que ninguém percebesse.

Em pouco tempo a família sentiu falta da criança e todos que estavam no local foram alertados, dando início a uma procura desesperada: o pânico foi geral. Porém, busca durou poucos minutos, por que um dos banhistas que desceu o leito do rio encontrou Gabrielli enroscada nos galhos de uma árvore caída.

Tarde demais, a pequena Gabrielli já estava sem vida e a comoção tomou conta das pessoas que imediatamente começaram a ir embora em estado de choque. Estava difícil acreditar que mesmo no período mais seco do rio Caeté, que está com nível d'água abaixo dos 70%, alguém pudesse morrer afogado nas sua águas.

Prefeitura quita salários do funcionalismo municipal neste final de semana


O "Governo da Terra Querida" - Administração Adamor Aires - quita integralmente a folha de pagamentos do funcionalismo municipal, referente ao mês de setembro, neste final de semana.

Hoje, sexta-feira, 10, foram transferidos para a conta-salário de cada trabalhador os recursos do FPM [Fundo de Participação dos Municípios] referentes ao salário de setembro, bem como dos servidores da Secretaria de Assistência Social. As demais categorias do serviço público municipal tiveram seus pagamentos efetuados no início do mês de outubro.

O dinheiro - tanto dos que recebem através dos recursos do FPM quanto os servidores da Sema - estará disponível para saque na agência do Banpará de Santa Luzia, a partir deste sábado.

Pesquisas - Jornal Nacional divulga hoje a noite duas pesquisas, Ibope e Datafolha, para presidente


Logo mais a noite o Jornal Nacional divulgará duas pesquisas eleitorais - Ibope e Datafolha - com intenção de votos para presidente da República no segundo turno. O que os números trarão ainda não se sabe, mas segundo a imprensa de o país, sondagens internas feitas tanto pelo PSDB quanto pelo PT colocam Aécio Neves na frente de Dilma Rousseff com até quatro pontos percentuais.

Jatene recebe o apoio de Aécio durante encontro em Brasília


O governador Simão Jatene foi um dos convidados para um ato político realizado pela coligação “Muda Brasil”, encabeçada pelo candidato à presidência pelo PSDB, Aécio Neves, realizado no Memorial JK, em Brasília. O candidato reiterou que irá realizar os necessários investimentos federais no Estado e executar obras fundamentais, como, entre outras, o derrocamento do Pedral do Lourenço, na Hidrovia do Tocantins, na região sudeste e a conclusão do asfaltamento da BR-163, na região oeste, além de ações de mobilidade na Região Metropolitana de Belém.
Aécio também reafirmou que, se eleito, dará continuidade aos programas sociais no Pará e fará um reforço de ações na área da habitação com ampliação de projetos desse segmento. “Já disse em outras oportunidades que Jatene consegue reunir em uma só pessoa a qualidade técnica com conhecimento profundo da realidade do Pará e do Brasil, junto com uma enorme sensibilidade política para atender os que mais precisam. Ele é um dos mais completos homens públicos do nosso tempo e a sua eleição vai fazer muito bem não só ao  Pará, mas ao país inteiro”, declarou.
O clima no evento foi festivo com a divulgação de uma pesquisa nacional feita com exclusividade para a revista “Época”, pelo instituto Paraná Pesquisas. Se a eleição fosse hoje, Aécio teria 49% das intenções de voto contra 41% de Dilma. Não sabe ou não responderam somam 10%. Em votos válidos, Aécio tem 54%, e Dilma, 46%. Na pesquisa espontânea, em que não são apresentados os candidatos, Aécio tem 45%, e Dilma, 39%.
O instituto Paraná Pesquisas entrevistou, entre a segunda-feira, 6, e esta quarta-feira, 8, 2.080 eleitores. Foram feitas entrevistas pessoais com eleitores maiores de 16 anos em 19 Estados e 152 municípios. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral, sob o número BR 01065/2014. O nível de confiança da pesquisa é de 95%, com uma margem de erro de 2,2% para mais ou para menos. Isso significa que a probabilidade de a realidade corresponder ao resultado dentro da margem de erro é de 95%. Se a eleição fosse hoje, a votação de Aécio variaria, portanto, de 52% a 56%; e a de Dilma, de 44% a 48% dos votos válidos.
Para Simão Jatene, o sentimento pela verdadeira mudança toma conta do país. “Muitas vezes a velha política, as práticas daqueles que tanto já usaram do poder para ter e não para fazer, vem revestida com uma nova embalagem, mas mantém sua essência com práticas que ninguém mais deseja na política. É por novas formas de gestão, com respeito e hosnestidade, que estamos lutando no Brasil e no Pará”, disse o candidato à reeleição pelo governo do Pará.
Em Brasília, no mesmo dia, dois candidatos no primeiro turno declararam apoio à candidatura de Aécio Neves: Eduardo Jorge [PV], que no Estado teve como candidato ao governo Zé Carlos, e Pastor Everaldo [PSC]. Para Eduardo Jorge, o programa de governo de Aécio contempla mais propostas e reúne condições melhores para governar o país. “Ao compararmos com o da outra candidata, ela não tem programa”, disse.
Em seu pronunciamento, Aécio Neves saudou a presença de governadores e candidatos de todas as regiões do país, incluindo Simão Jatene. “O que eu digo é que estou pronto para fazer uma campanha política à altura do desenvolvimento do país. Falando a verdade, não me acovardando com ataques menores. Mas eu responderei a cada ataque com uma proposta para melhorar a educação dos brasileiros, a saúde dos brasileiros, para enfrentar a criminalidade”, disse Aécio Neves.
Em entrevista antes do evento, Aécio afirmou que “não trata um adversário como um inimigo a ser abatido” e que está “em campanha, não em guerra”. “Não permitiremos que essa campanha se apequene”, afirmou.
Aécio disse que vai esperar a decisão do PSB sobre o eventual apoio à sua candidatura sem interferir na decisão da sigla, mas afirmou que “questões essenciais” o aproximam da ex-senadora Marina Silva [PSB].
Para o senador Flexa Ribeiro, presidente estadual do PSDB, a soma de esforços nesta reta final mostra o compromisso com o Estado. “Por ser de Minas Gerais, também um Estado minerador, Aécio entende muito dos desafios que temos. O Governo do Estado investiu muito, mas o governo federal deixou muito a desejar nas obras estruturantes, especialmente na região sul e no oeste. Com essa soma de esforços, o Pará certamente tem muito a ganhar e vai avançar ainda mais onde mais precisamos”, afirmou Flexa Ribeiro.
Portal ORM News