Coloque a sua foto aqui: seja um seguidor do Santa Luzia Online

Por conta do seu forte laço de amizade com os companheiros petistas Jader Barbalho poderá manter o filho no ministério de Dilma após reforma

Com a promessa de reduzir em dez o número de ministérios mas sem definir em quais pastas passará a tesoura do ajuste fiscal Dilma Rousseff colocou a turma da Esplanada em aviso prévio. Diante das incertezas a imprensa dá como certa a extinção das secretarias subordinadas à Presidência da República que têm status de ministério, mas de pouca ou nenhuma relevância criadas apenas para acomodar aliados, como Assuntos estratégicos, Micro e Pequena Empresa, Portos e Pesca, esta última atualmente sob os cuidados Helder Barbalho. Como se sabe Helder só virou ministro graças a amizade fraterna do seu pai, o senador Jader Barbalho, com Lula, Dilma e o PT paraense.

Porém, no meio político é dada como certa a permanência de Helder Barbalho no primeiro escalão do Palácio do Planalto, ou no mínimo acomodado em um cargo de peso na estrutura do governo, como supõe o jornalista Lauro Jardim em seu blog Radar Online, no Portal Veja, que pode ser visto na imagem abaixo:


Em tempo

Parceria

O deputado estadual Dr. Jaques Neves - de Capanema, líder do PSC [Partido Social Cristão] e da bancada evangélica na Alepa [Assembleia Legislativa do Estado do Pará] - esteve em Santa Luzia na noite de ontem, segunda-feira, 24, prestigiando um ato de novas filiações ao PSC no plenário da Câmara Municipal, onde foi recebido pelo Prefeito Adamor Aires, vereadores, secretários e lideranças evangélicas da Assembleia de Deus. Durante o evento, em discurso, Dr. Jaques, grande amigo e parceiro do Prefeito Adamor, anunciou uma emenda parlamentar de sua autoria junto ao governo do estado com recursos para a conclusão das obras do Ginásio Municipal, paralisadas desde o finado desgoverno petista de Louro, Gedson e Lúcia Machado. O Prefeito Adamor Aires agradeceu o gesto nobre do deputado e aproveitou o ensejo para anunciar a população que tão logo os recursos sejam liberados as obras do tão sonhado ginásio serão retomadas. Portanto, esta será mais uma obra abandonada pelos larápios petistas, que saquearam os cofres da prefeitura, a ser concluída pelo Governo Adamor Aires.



Na seca

Desde a manhã do último domingo, 23, há quase 72 horas, portanto, que os luzienses estão sem uma gota d'água nas torneiras: segundo informações que chegaram até o blog o problema foi causado por conta da principal bomba da Cosanpa [sempre ela] responsável por abastecer a caixa d'água que teria queimado e ainda não foi consertada. A propósito, mais uma vez não custa nada lembrar que os culpados por todos esses transtornos pelos quais a população está passando e sofre com muita frequência são velhos conhecidos: os petistas, eles mesmos, que durante os mais de sete anos em que estiveram no comando município saquearam os cofres da prefeitura e por irresponsabilidade criaram uma situação de calamidade em Santa Luzia. No ano de 2010 o então deputado Adamor Aires enviou para o município uma emenda parlamentar de sua autoria com recursos na ordem de R$ 1,3 milhão destinada para a recuperação e ampliação do sistema de distribuição de água potável da Cosanpa, mas por mero despeito político e arrogância o então prefeito Louro do PT, aconselhado por seus vassalos, recusou-se a receber os recursos que foram estornados para os cofres do estado após quase um ano aguardando resgate.

Reformas e ampliações

Apesar das dificuldades orçamentárias e das imposições do ajuste fiscal bancado pela presidente petista Dilma Rousseff que está levando as prefeituras à falência em todo o país, o Prefeito Adamor Aires, continua tocando obras de grande importância para a população na sede e no interior do município. Estão passando por obras de reforma e ampliação as escolas das comunidades do Km 18, Caeté e Pau de Remo, bem como o Psf [Posto de Saúde de Família] do Pau de Remo. Nesse contexto vale lembrar que desde que assumiu o Governo, o Prefeito Adamor já executou dezenas de obras: reforma da Delegacia de Polícia, da Ubs [Unidade Básica de Saúde] e das escolas São José e Elói Cardoso na sede do município, e das escolas da Estiva, Pau D'arco e Pitoró, bem como dos Psfs [Postos de de Saúde da Família] da Estiva, Muruteua, Pitoró e Broca, no interior.

Mais obras

Sob o comando do Prefeito Adamor as comunidades do Km 18 e do Muruteua ganharam asfalto nas ruas assim como os bairros do Rocha e Natolândia, antes intrafegáveis, dando mais dignidade e qualidade de vida à população. Neste retrospecto podem ser incluídas as obras de construção da agência do Banpará, da Feira de Alimentação Coberta e da Praça de Eventos Lucas Cavalcante, um marco na história do desenvolvimento econômico e social de Santa Luzia. Em breve, tão logo se encerrem os trâmites legais do novo certame licitatório, serão retomadas as obras de construção das duas creches, da Escola Rural do Jacarequara, das quatro Usf e da Academia de Saúde. E para finalizar, estão em estágio avançado as obras de construção do Hospital Municipal, que deverá ser inaugurado em dezembro colocando um ponto final no sofrimento do povo que é obrigado a se deslocar para Capanema ou cidades vizinhas quando precisa de atendimento médico. Apesar de todas essas conquistas em pouco menos de três anos de Governo, há aqueles que não têm a ombridade de reconhecer o grande trabalho do Prefeito Adamor, de longe o mais realizador de toda a história de Santa Luzia.

Diga-me com quem andas...

A "testemunha-chave" na ação judicial contra o Prefeito Adamor Aires alegando suposta compra de votos nas eleições de 2012, movida na justiça eleitoral pelo consórcio PMDB/PT, o honestíssimo Zequinha do Zé Gurí - que assassinou de maneira fria e covarde a sogra no último sábado - mostrou para todo mundo com que espécie de gente a dupla derrotada na eleição anda acompanhada. Velho conhecido da polícia por sua forte atuação no submundo da contravenção, Zequinha teve na semana passada a pena mantida nas instâncias do TSE [Tribunal Superior Eleitoral], em Brasília, pela qual foi condenado no TRE [Tribunal Regional Eleitoral], em Belém, a pagar multa de R$ 5 mil e mais as custas do processo por haver mentido em juízo, na tentativa de confundir a justiça e prejudicar o Prefeito Adamor Aires, com a perda do mandato em favor dos seus comparsas. Além de condenado, o notório Zequinha do Zé Gurí, peça-fundamental na armação contra o Prefeito Adamor, agora é um assassino cruel e foragido da polícia, que a qualquer momento poderá ser capturado e levado para atrás das grades para pagar pelos seus crimes.

... Que digo-te quem sou

Pau mandado da ex-vereadora petista, o agora assassino e foragido da polícia Zequinha do Zé Gurí, foi arregimentado pelo coligação PMDB/PT para participar da farsa que pretendia enganar a justiça e usurpar de forma criminosa o mandato do Prefeito Adamor Aires, conquistado democraticamente nas urnas, exatamente pela sua conhecida falta de caráter e intimidade com o ilícito. Famoso na City pelo hábito de agredir com requintes de muita violência suas companheiras, Zequinha topou participar da tramoia em troca de alguns quaraminguados que receberia como pagamento tão logo os mentores intelectuais da comandita ardilosa colocassem a mão grande no dinheiro da prefeitura, mas não deu certo por que a verdade veio à tona desmascarando toda a aquadrilha que tentou ludibriar a justiça, tanto que o Prefeito Adamor foi vencedor com folga em todas as instâncias judiciais. Agora imaginem só se o povo luziense estivesse sob o jugo de malfeitores e assassinos mandando e desmandando no município...

Final de semana sangrento

O saldo macabro - dois assassinatos - do final de semana trouxe à tona um velho problema que aflige a pacata Santa Luzia do Pará de outrora. Os índices de violência, especialmente os homicídios, são alarmantes se comparados com o tamanho da população. Moradores do Bairro da Paz, palco de um dos assassinatos, relatam que a área, uma das mais violentas da cidade, tornou-se reduto de criminosos e traficantes que tocam o terror nos finais de semana. Assutada a população tornou-se refém de marginais armados que impõem as suas "a leis" e determinam quem deve viver ou morrer, sem que ninguém os incomode. Ainda segundo as mesmas fontes, é raro um final de semana em que não haja pelo menos uma briga com feridos à faca ou á bala nos muitos bares que funcionam por lá.

Fórum

O jovem deputado Dr. Jaques Neves - que também é médico, dono de uma clínica em Capanema e atende boa parte da população da região do Caeté, incluindo Santa Luzia - está organizando o Fórum de Saúde Pública dos Caetés, no próximo dia 28, no auditório do Salão Paroquial da Igreja Matriz de Capanema com o objetivo de debater a situação de calamidade da saúde na região, especialmente de Capanema que com um número reduzido de instituições de saúde credenciadas no Sus [Sistema Único de Saúde] absorve uma grande leva de pacientes oriundos de mais de vinte municípios do seu entorno.


Corrida do ouro

Mesmo faltando mais de um ano para as eleições que irão escolher os novos prefeitos e vereadores de todo o Brasil, em Santa Luzia o clima já é de campanha. A movimentação nos bastidores é intensa e os conchavos estão a todo vapor. O sempre afoito PMDB, cujo apetite pela prefeitura de Santa Luzia é pantagruélico, já realizou convenção na semana passada tendo à mesa as velhas raposas do partido, vereadores, ex-vereadores e alguns novatos que pretendem se aventurar pela seara eleitoral ano que vem. A presença mais notada no evento foi a da ex-vereadora Lúcia Machado, derrotada juntamente com o empresário Edno Alves em 2012, o que deu um claro sinal de que PMDB e PT deverão caminhar de mãos dadas nas eleições de 2016.

Feijão

À exceção de Santa Luzia do Pará - cuja Prefeitura cedeu maquinário e apoio logístico e técnico, com cinco patrulhas mecanizadas [incluindo combustível e mão-de-obra especializada] prestando assistência a pequenos produtores nos meses de maio e junho em todo o município -  grande parte dos produtores de feijão caupi, na região dos Caetés, que reúne 19 municípios do nordeste do estado, deverá ficar sem produção este ano. O principal problema foi a falta de apoio das prefeituras na cessão de máquinas para o preparo da terra alegando falta de recursos. Essa região é uma das mais tradicionais nessa cultura, em todo o estado do Pará, e sua expressiva produção já rendeu prêmios para diversos municípios, que este ano lamentam a falta do apoio de governos, fator que resulta na queda de oportunidades de trabalho, renda e melhoria da qualidade de vida das famílias de pequenos agricultores.

Prefeito Adamor Aires e Vereador Orley Soares - grande parceria e muito trabalho por Santa Luzia


Na última sexta-feira, 21, o Prefeito Adamor Aires esteve em Belém acompanhado do Presidente da Câmara Municipal, Vereador Orley Soares, visitando órgãos e autoridades estaduais e federais em busca de recursos para o município. Na foto acima o Prefeito e o Vereador em frente ao CIG [Centro Integrado de Governo] do estado do Pará, onde apresentaram projetos para a reforma do Mercado Municipal e para a conclusão das obras - abandonadas pelo finado desgoverno petista de Louro, Gedosn e Lúcia Machado - do Ginásio Municipal com o apoio dos deputados Cássio Andrade, Júnior Ferrari e Jaques Neves.

A propósito, ao contrário da torcida contra da oposição e da boataria dos linguarudos de plantão a parceria entre o Prefeito Adamor Aires e o Presidente da Câmara, Orley Soares, vai muito bem obrigado. Ambos trabalham em perfeita sintonia em prol do município sempre buscando o entendimento, o respeito e o equilíbrio nas relações entre os poderes Executivo e Legislativo, o que tem rendido bons frutos para o povo luziense.

Diário do Pará - assassinato frio e covarde da técnica de enfermagem em Santa Luzia foi destaque nos grandes jornais da capital

O assassinato frio e covarde da técnica de enfermagem Marilene Alexandrino pelo próprio genro durante uma discussão no último sábado, 22, foi destaque na grande imprensa da capital do estado.

A imagem abaixo é um recorte da edição do jornal Diário do Pará, edição de ontem, segunda-feira, 24 de agosto de 2015:



TSE, em Brasília, garante o mandato do Prefeito Adamor e mantém a condenação dos acusadores do Gestor Municipal


Foi publicado nesta segunda-feira, 24, no DOU [Diário Oficial da União] a decisão do TSE [Tribunal Superior Eleitoral], garantindo o mandato do legítimo Prefeito de Santa Luzia do Pará, Adamor Aires, mantendo a condenação da Coligação Unidos Por Santa Luzia [PMDB/PT] por litigância de má-fé, nas acusações feitas contra o Prefeito Adamor.
A coligação do PMDB/PT, de Edno Alves e Lucia Machado, inconformada com a retumbante derrota nas urnas em 2012 recorreu ao TRE [Tribunal Regional Eleitoral] em Belém e "levou pau" mas mesmo assim ingressou com ação no TSE, em Brasília, requerendo a Cassação do mandato do Prefeito eleito de Santa Luzia, e buscava reverter uma pena de pagamento de multa, por litigância de má fé, que foi arbitrada em R$ 5 mil reais pelo TRE do Pará, sob falsa acusação de compra de votos nas eleições de 2012.
Adamor conseguiu provar na Justiça Eleitoral que foi montada uma trama por adversários para enganar o Poder Judiciário, com falsas gravações e testemunhos arranjados. A ex-vereadora Lúcia Machado e o agora assassino e foragido da polícia “Zequinha do Zé Guri[matou a sogra no último sábado] foram apontados como os articuladores das falsas acusações.
O TRE no ano passado, e o TSE agora, em Brasília, não somente reverteram a condenação imposta pelo juiz da zona eleitoral de Ourém, como aplicou multa aos inconformados e mentirosos acusadores.
A Coligação Unidos por Santa Luzia [PMDB/PT], além de Edno e Lucia Machado, deverão ser executados para pagarem a condenação, que ainda foi pouco por todos os transtornos causados ao município e os danos aos acusados.
O Prefeito não descarta ajuizar ação judicial para cobrar danos morais e materiais decorrentes deste caso, ainda mais agora que o TSE, em Brasília, confirmou a condenação por litigância de má-fé.

Como diz o ditado do Povão: Quem ri por último, ri melhor

Ex-deputada Eulina Rabelo assume o comando do PSD de Bragança de olho na prefeitura em 2016


Em encontro realizado na tarde desta segunda-feira em Belém com os deputados federais Eder Mauro [PSD] e Nilson Pinto [PSDB] a ex-deputada estadual e atual diretora da 1ª Ure [Unidade Regional de Educação], em Bragança, Eulina Rabelo assumiu o comando do diretório do PSD daquela cidade.

Pré-candidata a prefeitura de Bragança nas eleições de 2016, Eulina busca compor com lideranças de vários partidos para fazer contraponto à polarização entre o atual prefeito Pe. Nelson Magalhães [PT], com índices de rejeição na estratosfera, e o grupo do PMDB liderado pelo ex-prefeito Elias Oliveira e a deputada federal Simone Morgado, arqui-inimigos do padre-prefeito.

Helder Barbalho no ministério da Agricultura: piada?


Não se sabe até que ponto é digna de credibilidade a informação de que Helder Barbalho, atualmente titular do ministério da Pesca, está com um pé na pasta da Agricultura com a prometida redução do número de ministérios, dos atuais 39 para 29, pela presidente petista Dilma Rousseff, veiculada pelo pasquim dos Barbalhos, o eterno "Diário de Campanha", e pelos blogs alinhados com a família, neste fim de semana.

A potoca dá conta de que na reforma, prometida para setembro, a atual ministra da Agricultura, Kátia Abreu - a eterna musa do agronegócio ou miss motosserra, como a chama a oposição no Congresso Nacional - seria remanejada para a Casa Civil, substituindo Aloísio Mercadante, para ceder a vaga para Helder Barbalho com a extinção do inexpressivo ministério da Pesca. Se procedente, tal fato evidencia que Jáder Barbalho está com a corda toda junto ao PT.

Mário Couto anuncia que vai deixar o PSDB


O ex-senador tucano Mário Couto, famoso por suas bravatas na tribuna do Senado contra os governos do PT, anunciou na semana passada que está desembarcando do PSDB depois de 25 anos. Inclusive, Mário Couto já enviou uma carta à executiva nacional do partido narrando os motivos que o levaram a pedir sua desfiliação da legenda.

Mário Couto, ao seu estilo, sai atirando contra o Governador Simão Jatene a quem credencia sua derrota nas eleições passadas. O ex-senador é um poço de mágoas com Jatene: acusa-o de abandono em nome da reeleição e afirma que está em conversas com os Barbalhos, mas que ainda não definiu o seu destino partidário.

Noite de muita violência em Santa Luzia - um segundo assassinato ocorreu no Bairro da Paz

Um segundo homicídio acontecido na noite de ontem, por volta das 20 hs, em Santa Luzia ceifou a vida de Ivanilson Bezerra de Sousa, no Bairro da Paz. De acordo com informações da própria polícia, José Raimundo do nascimento Castro, mais conhecido por Zé, e Ivanilson, estavam tomando cachaça no estabelecimento denominado "bar do Lorão", quando os dois começaram a discutir vindo às vias de fato. Zé sacou uma faca da cintura e correu atrás da vítima desferindo-lhe duas facadas, uma na altura do pescoço e outra no peito esquerdo.

O assassino, Zé, evadiu-se do local do crime tomando rumo ignorado e Ivanilson foi socorrido, vindo a óbito na Ubs [Unidade Básica de Saúde] de Santa Luzia.

Tragédia na City - genro mata a sogra a tiros


Um crime de "feminicídio" ocorrido no início da noite de ontem, por volta das 19:30 hs, revoltou a população e causou muita comoção em Santa Luzia. A senhora Marilene Alexandrino, técnica de enfermagem e cabeleireira, bastante conhecida na City, onde tinha e preservava muitas amizades, foi assassinada a tiros de forma brutal e covarde pelo genro.

Segundo informações que chegaram até o blog, o genro, um velho conhecido da polícia por conta do seu envolvimento em negócios pouco ortodoxos, o nacional José Francisco do Nascimento, vulgo Zequinha do Zé Guri, famoso por agredir suas companheiras, estava agredindo a esposa, filha da senhora Marilene, quando sacou a arma para mata-la. Diante da cena, a mãe não pensou duas vezes e entrou na frente da filha para defende-la, mas o marginal não teve piedade e disparou covardemente cinco vezes contra o peito da senhora Marilene que veio a óbito antes de chegar na Upa [Unidade de Pronto Atendimento] em Capanema.

Até o momento dessa postagem a polícia ainda não tinha apreendido o assassino, que está foragido.

Bombou na web - vídeo postado pelo prefeito Adamor Aires em uma rede social ultrapassa os 100 mil acessos

Está fazendo o maior sucesso na internet um vídeo dos protestos anti-Dilma realizados em Santa Luzia no último domingo - dia D de protestos em todo o Brasil - postado pelo Prefeito Adamor Aires na sua conta no Facebook.

O vídeo mostrando toda a indignação do povo luziense - que pela primeira vez foi às ruas pedir o impeachement da presidente petista - contra a corrupção e, principalmente, contra o governo Dilma já foi visto por mais de 100 mil pessoas e compartilhado nada menos que 5.665 vezes até o início da tarde desta qarta-feira, 19. Viralizou, como se diz na gíria do mundo virtual.

Confira abaixo:

video

Santa Luzia vem pra rua - centenas de pessoas protestaram contra Dilma Rousseff, Lula e o PT

Imagem: Santa Luzia vem pra rua
Centenas de luzienses foram para as ruas na manhã de ontem pedindo o fim da corrupção e o impeachement da presidente petista Dilma Rousseff

Milhões de brasileiros, mais precisamente 2 milhões em 205 cidades, foram às ruas ontem, domingo [16], protestar contra a presidente Dilma Rousseff, Lula e o PT, e Santa Luzia pela primeira vez entrou nessa estatística com centenas de manifestantes nas ruas munidos de faixas, cartazes e muita disposição para dizer não a essa corja que assaltou os cofres da Petrobras e quebrou o país.

A concentração teve início por volta das 08 hs com a chegada dos organizadores do movimento "Santa Luzia vem pra rua" e a distribuição de faixas e cartazes na Praça de Eventos Lucas Cavalcante, principal ponto turístico da cidade. A marcha começou por volta das 09:15 hs acompanhada de carretinhas sonoras tocando músicas anti-governo sob os brados de palavras de ordens dos organizadores e dos manifestantes contra a crise econômica, pedindo o fim da corrupção e o impeachement da presidente petista Dilma Rousseff, principal alvos dos protestos Brasil a fora.

O Prefeito Adamor Aires e o Vice-prefeito Robson Federal eram só empolgação e ao lado de centenas de luzienses participaram da marcha pedindo o impeachement de Dilma por considera-la a grande responsável pela crise econômica que assola o país e prejudica mortalmente as finanças dos municípios. Por conta da política econômica irresponsável da petista, Santa Luzia vem sofrendo com os frequentes cortes nos repasses de recursos do governo federal que fazem muita falta prejudicando a prestação de serviços essenciais à população. Saúde e Educação são os setores mais afetados com os cortes de milhões de reais, o que tem deixado os prefeitos de mãos atadas e com enormes dificuldades em honrar até mesmo os compromissos mais urgentes como o pagamento da folha salarial por exemplo.

Imagem: Santa Luzia vem pra rua
Ruas lotadas e o povo unido em um só grito: Fora Dilma!
Diante das dificuldades impostas pela redução dos repasses de recursos nos últimos meses o Prefeito Adamor se viu obrigado a tomar decisões impopulares, e uma delas foi a redução do quadro funcional do município sob o risco de não ter dinheiro no fim do mês para pagar os salários dos trabalhadores, o que muita gente não entende. Por conta do ajuste econômico draconiano empurrado goela abaixo pelo governo petista, consequência da incompetência e da irresponsabilidade da presidente que mentiu para o povo somente para vencer as eleições do ano passado os municípios estão sendo penalizados duramente e os gestores sendo obrigados a cortar gastos a todo custo se não quiserem levar as prefeituras à falência. Foi contra esse quadro de penúria e desajuste que o Prefeito Adamor Aires foi para as ruas ontem juntamente com uma grande parcela da população luziense dizer que não dá mais, que ninguém mais aguenta essa situação criada pelo PT que levou o Brasil a bancarrota e deixou o município em situação calamitosa.

O povo acordou e tem ciência que os grandes culpados pela crise que se instalou no país são os petistas. O povo brasileiro está sofrendo as consequências dos atos desse partido transformado em uma quadrilha criminosa que assaltou os cofres da nação enquanto o povo sofre com a perda de conquistas sociais que levaram anos para se consolidarem, isso sem falar na estabilidade econômica conseguida à duras penas pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso durante seus dois mandatos.

Foram esses os motivos que levaram centenas de luzienses às ruas na manhã de ontem. Santa Luzia está agonizando e tudo por conta dessa "gente honesta do PT" que quebrou o município durante o finado governo Louro e agora está sendo massacrada sem dó nem piedade pelo desgoverno Dilma. O povo luziense acordou e juntamente com o resto do país vai continuar na luta por um país mais justo e uma Santa Luzia digna para seus filhos.

Imagens e produção: Dinho Oliveira
video

O mito Lula está acabado: PT agora torce para que a Justiça não acerte as contas com o homem Lula

Do blog do jornalista Reinaldo de Azevedo, no portal Veja Online


Luiz Inácio Lula da Silva não compareceu à manifestação, no instituto que leva seu nome, promovida pela CUT e pelo Sindicato dos Metalúrgicos do ABC — onde ele nasceu politicamente, quando ainda apenas de São Bernardo e Diadema. Por que não? Inexiste explicação lógica. É claro que, segundo a narrativa que se conta no petismo, ele deveria estar lá, não é mesmo? Não pode se exibir como um símbolo, uma abstração intangível, até entre os seus. É que o contraste seria vexaminoso para ele. A sociedade civil, sem estrelas da grandeza do poderoso Babalorixá de Banânia, pôs mais de 600 mil pessoas nas ruas, segundo as Polícias Militares. Lula sabe que seu PT agoniza. E tem claro que a sua imagem está se esfarelando.
Brasil afora, ele próprio não era menos alvo dos protestos do que Dilma Rousseff. Aquele que Gilberto Carvalho dizia ser, ainda em 2013, o “Pelé” que estava no banco de reservas do PT é hoje tratado como um perna de pau. Jilmar Tatto, secretário de Transportes e homem forte do prefeito Fernando Haddad, afirmou que o protesto só existe porque a oposição teme Lula em 2018.
Para começo de conversa, não é certo que esse governo se segure até lá. Mas também isso já foi. O Lula imbatível nas urnas é hoje coisa de um passado até recente no tempo, mas muito distante quando se considera o ritmo acelerado em que amadurece a sociedade brasileira. Ninguém mais cai na conversa.
Lula até tentou nos últimos 15 dias revitalizar aquele papo furado da luta do “nós” contra “eles”; das “elites” contra o “povo”. Sempre foi uma falsa questão, sempre foi uma boçalidade política. Mas tão mais distante se torna quando se constata que, fora do governo, só em palestras estupidamente bem pagas, amealhou R$ 27 milhões, boa parte delas contratadas e pagas por empresas investigadas na Lava-Jato.
O companheiro, que pretende ser o monopolista do povão, é hoje um milionário, não é mesmo? E não haveria mal nenhum nisso se a fortuna, essa que conhecemos, houvesse sido conquistada longe do poder e de interesses que se entrelaçam com dinheiro público. Mas também isso não bate com a realidade.
Os lulistas gostariam que fosse verdadeira a falsa tese de que é a ruindade do governo Dilma que contamina a imagem de Lula. Não é, não! Há até uma possibilidade, no terreno estritamente pessoal, de que seja o contrário. Não é difícil a gente ouvir por aí que Dilma pode até ser honesta, o problema está no fato de ser tutelada por Lula e pelo PT. Desconheço se alguém já fez algo parecido, e fica aqui a dica: institutos de pesquisa deveriam escolher algumas personalidades públicas para que a população avaliasse a sua honestidade, com notas de zero a 10. Aposto que Dilma receberia uma pontuação acima da de Lula.
Na Avenida Paulista — e, segundo sei, foi assim em toda parte —, Lula não apanhou menos do que Dilma e do que o PT propriamente. Aquele que era o Pelé do banco, a eterna reserva moral para opor o povo à Dona Zelite, hoje já não é  garantia de nada. Bonecos infláveis Brasil afora o caracterizavam como um presidiário.
E isso lança o PT num verdadeiro desespero. Os “companheiros” não sabem por onde recomeçar. Acusam conspirações as mais exóticas e variadas, mas nem eles acreditam seriamente em suas mentiras convenientes.
O mito Lula está acabado, e resta agora torcer para que a Justiça não resolva ajustar as contas com o homem Lula.

Santa Luzia vem pra rua - 16 de agosto


O movimento "Vem pra rua" que neste domingo, 16, vai pedir em todo país o impeachement da presidente petista Dilma Rousseff e a punição dos corruptos que assaltaram os cofres da Petrobrás sob a conivência Do PT, Lula e Dilma chegou em Santa Luzia.

A liderança do movimento em terras luziense está convidando todos os insatisfeitos com a crise provocada pela irresponsabilidade e incompetência de Dilma para um ato amanhã a partir das 08 hs na Praça de Eventos Lucas Cavalcante.

Participe, venha trajado com as cores da bandeira nacional e junte-se aqueles que não aguentam mais a roubalheira do PT e o arrocho financeiro que está levando o país à falência.

Crise financeira está levando os municípios à falência

A maioria da população não acredita na choradeira dos prefeitos que vivem reclamando da falta de dinheiro, até para os serviços mais básicos. A oposição nos municípios então deita e rola criticando os gestores acusando-os de tudo, principalmente de omissos quando, na maioria das vezes, não conseguem dá solução aos problemas que afetam os municípios.

Portanto, não se trata de chororô e da próxima vez que você ver um prefeito reclamando que não tem dinheiro pode acreditar, por que a crise é grave e afeta dez entre dez municípios, especialmente os de pequeno porte a exemplo de Santa Luzia, e o grande culpado por ela [a crise] tem nome e sobrenome: governo federa, ou melhor, Dilma Rousseff, que levou o país à falência.

A imagem abaixo, atestando que a crise realmente existe e é gravíssima, é um recorte da coluna Painel, assinada pela colunista Vera Magalhães, no jornal Folha de São Paulo, edição de ontem, terça-feira, 11 de agosto.


O grito da infâmia - Sem Terra do interior do município invadem a cidade para fazer baderna na Prefeitura com finalidades politiqueiras

Basta um olhar mais atento na foto abaixo para identificar velhos conhecidos: a maioria, cabos eleitorais de carteirinha das campanhas petistas e não têm nada de Sem Terra. Na verdade são agitadores profissionais da ordem pública.


É sempre assim! Todas as vezes que os “companheiros” petistas mandam, a sua massa de manobra, acostumada a agir às margens da lei sob a alcunha de movimentos sociais ou sindicais, obedece bovinamente e sem nenhuma preocupação com as consequências dos seus atos terroristas e, muito menos, com os transtornos que podem causar ao povo e ao estado de direito. Para dá retaguarda ao partido dono do poder [PT] e desviar o foco dos graves problemas que assolam o país por conta da roubalheira vampiresca praticada pelos petistas, os adoradores da baderna são capazes de tudo à toque de caixa: bloqueiam ruas, estradas, invadem prédios públicos etc... À luz do dia e sob a proteção da quadrilha esquerdopata - leia-se PT - que à financia com o dinheiro público que se esvai pelos ralos da corrupção.

O antes insuspeito PT e seu comandante-em-chefe, o tal Lula, agora acuados pela justiça e desmoralizados pela famosa “operação Lava Jato” comandada pelo corajoso juiz SÉRGIO MOURO, agonizam no seu “Inferno de Dante”. O mar de lama da corrupção já está na antessala da presidente Dilma e até o ex-presidente Lula está com as bardas de molho com medo de ser preso a qualquer momento. É neste contexto que alguns movimentos sociais fiéis aos preceitos petista se mobilizam nacionalmente para defender um governo que já nasceu podre e cujo cordão umbilical é alimentado pela corrupção como atesta as investigações conduzidas pela justiça.

Aqui em Santa Luzia do Pará não é diferente. Há pouco tempo essa turma que hoje age nas sombras tentando desestabilizar o Governo Municipal, sob o comando do Prefeito Adamor Aires, estava em fuga por conta da ação da Polícia Federal que fez uma devassa na casa de alguns barões do PT local, que comandavam com mão de ferro um verdadeiro balcão de negócios sujos dentro da prefeitura financiados com o suado dinheiro do povo. Diante de tal realidade, faz-se necessário perguntar: "Que moral esse turma tem hoje?. Se algum desavisado cantar o refrão daquela velha música... Pega o ladrão, não fica um meu irmão!”.

Portanto é inevitável não desconfiar das intenções e, principalmente, quem de fato está por trás da invasão dos Sem Terra ao prédio da prefeitura de Santa Luzia, nesta terça-feira pela manhã, quais suas intenções, quem ganha e quem perde com isso. Não é necessário fazer muito esforço para saber que o PT está agindo nacionalmente para criar uma “cortina de fumaça” com atos protagonizados pelos seus fiéis escudeiros na tentativa de desviar a atenção dos efeitos destrutivos da operação Lava Jato e da grande mobilização popular que irá ás ruas no próximo domingo 16/08 que vai dá mais um golpe mortal no já moribundo PT, e sem sombras de dúvidas, Santa Luzia está incluída nesse roteiro.

Em solo luziense a petezada local, arqui-inimiga do Prefeito Adamor, usa a mesma tática criminosa e tem sob os seus tentáculos podres, pessoas para fazerem o trabalho sujo. E mais, é de conhecimento público que a senhora feudal, dona do PT em Santa Luzia e agitadora profissional, envolvida em diversos atos de invasões de terra no município é candidatíssima à prefeitura nas eleições do ano que vem e por isso só tem a lucrar com a baderna promovida pelos seus capangas disfarçados de Sem Terra, capazes de fazer qualquer coisa para jogar a opinião pública ao encontro do Prefeito Adamor com o objetivo de pavimentar o caminho mirando 2016. Não por acaso, a delegacia do INCRA [Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária] para o nordeste paraense, responsável pelas questões fundiárias na região,  foi aparelhada pelo PT com o escuso objetivo de dá suporte para os movimentos que agem a serviço da legenda.

Um exemplo claro da subserviência dos movimentos ditos sociais ao PT para fins políticos, está no caso do assentamento Quintino Lira, fruto de invasão criminosa a uma propriedade rural na comunidade do Pau de Remo, que tantos problemas já causou a população que reside próximo à área invadida por conta da situação conflituosa que reina por lá, que inclusive já resultou em confrontos armados com mortes e tem pressionado insistentemente o Governo Municipal com reivindicações que vão além da legalidade e das responsabilidades do município, como investimentos em infraestrutura, construção de prédios escolares, posto de saúde e até cobranças de indenizações. Todas essas exigências seriam legítimas se o retrocitado assentamento não fosse uma área de litígio, questionada na justiça pelos verdadeiros donos que esperam uma reintegração de posse enquanto os agentes do Incra que atuam na área fecham os olhos para o problema ao invés de buscar uma solução.

Por todas essas questões, a prefeitura é obrigada sob pena de cometer crimes de responsabilidade a não realizar nenhum investimento em estruturas físicas dentro do assentamento, cuja posse está sendo contestada judicialmente e aguarda uma decisão que poderá levar anos. Portanto, toda essa patuscada protagonizada pelos ditos Sem Terra hoje pela manhã na Prefeitura não passa de uma orquestração fascista muito bem ensaiada pelos companheiros querendo faturar politicamente com a ajuda providente da sua eficiente massa de manobra.

Essa turma, amiga íntima da mentira e da manipulação dos fatos, lança mão de falsos argumentos para esconder a verdade. Chega ao absurdo de usar até crianças indefesas, vejam só a que ponto chegaram, na ocupação de prédios públicos e para fazer badernas nas ruas. Fantasiados de maltrapilhos e armados até os dentes, esses bárbaros, usam paus e pedras para intimidar o poder público e transgredir a lei e no final das contas se passarem por "vítimas do sistema" quando na verdade são cúmplices de maus feitos e aliados de corruptos que abusam da boa fé do povo posando de defensores dos direitos dos trabalhadores, mas que na verdade não passam de uma quadrilha criminosa capaz dos atos mais insanos para manter o seu escuso projeto de poder.

Ex-prefeito Zaqueu Salomão sofreu acidente de carro na tarde desta segunda-feira, mas passa bem.

O ex-prefeito Zaqueu Salomão sofreu um acidente agora a tarde por volta das 16:30 hs na Br-316, na altura do quilômetro 45, nas proximidades da subestação de energia elétrica de Santa Luzia, quando retornava sozinho de Capanema. De acordo com as poucas informações que chegaram até o blog chovia fino na hora do acidente.

Ainda de acordo com as mesmas fontes, o ex-prefeito foi resgatado e levado para um hospital particular de Capanema onde recebeu atendimento, que ele teria sofrido apenas escoriações e machucado a perna, mas seu estado de saúde não inspira cuidados.

A propósito, este é o segundo acidente sofrido pelo ex-prefeito neste ano de 2015: em março, Zaqueu e alguns familiares também foram vítimas de um capotamento quando viajavam pela PA-320 [relembre aqui] com destino ao município de Tomé Açu para participar do velório de parentes, também vítimas de acidente automobilístico.

A qualquer momento mais informações aqui:

Fotos: via WhatsApp