A Informação Passada a Limpo

A Informação Passada a Limpo

Polícia prende luziense que matou taxista para roubar no Maranhão

O nacional Jonas Feitosa da Silva, vulgo "Perema", é bastante conhecido em Santa Luzia e morava no bairro do Km 48, filho de um senhor que atende pela alcunha de "Marcelão", proprietário de um pequeno restaurante a margem da BR-316 em frente ao posto Rota Norte II [ex-posto do Edno]. Perema também é acusado de matar um taxista de Cachoeira do Piriá em abril deste ano, cujo corpo foi encontrado próximo ao Km 37 depois de vários dias desaparecido.

A matéria abaixo é do Portal G1-Maranhão, desta segunda-feira, 1º de junho. Veja também o vídeo com a reportagem completa exibida pelo jornal matutino Bom Dia Mirante, de São Luís - MA.

video

A polícia prendeu um suspeito de matar um taxista, em Imperatriz. Trata-se de Jonas Feitosa da Silva: ele foi preso em Santa Luzia do Pará, no estado do Pará. A polícia já apreendeu, também, a arma do crime e a roupa que Jonas usava no dia do desaparecimento do taxista, quando foi visto por colegas de profissão da vítima.


Jonas Feitosa da Silva confessou ter assassinado o taxista Eurico Neres Costa. A polícia chegou até ele depois de investigar todos os homens que estavam no ônibus de turismo que havia saído de Goiânia com destino a Imperatriz no dia do desaparecimento do taxista.

No perfil em uma rede social, Jonas havia informado que estava em Goiânia, mas morava em Santa Luzia do Pará, cidade em que havia acontecido um crime com as mesmas características da morte do taxista de Imperatriz e em que Jonas aparecia nos registros da Polícia Civil do Pará como suspeito.
A polícia reforçou as investigações nos municípios e, também, em áreas próximas e prendeu Jonas quando ele entrava em Santa Luzia do Pará, com o carro do taxista.

Jonas ainda colocou película no carro do taxista e circulando na região como se estivesse trabalhando. Ele havia vendido a arma do crime, mas a polícia conseguiu apreendê-la. Também foram apreendidos o bilhete da passagem do ônibus de turismo e a mala de Jonas, com a roupa que ele usou no dia do crime quando foi visto pelos outros taxistas na hora em que abordou a vítima Eurico Neres Costa.
Tecnologia do Blogger.