Estudantes de Capanema e de Santa Luzia correm o risco de não poderem fazer a prova do Enem neste fim de semana

Um ato - antes de mais nada de total irresponsabilidade e até criminoso, pode-se dizer com todas as letras - às vésperas da realização da prova do Enem [Exame Nacional do Ensino Médio] poderá prejudicar centenas de estudantes que deverão participar do certame no prédio do Núcleo da UFPA em Capanema, conhecido como "Campus I", localizada na avenida Barão de Capanema, no centro da cidade.

O fato é que não se sabe por que cargas d'água, algumas pessoas - arruaceiros, na verdade, militantes da esquerda burra que ultimamente tem trazido imensos transtornos à sociedade e ao país com as insanas ocupações de escolas e universidades - resolveram ocupar desde a manhã desta sexta-feira [04] o espaço seguindo a "modinha" dos esquerdopatas que tomou conta do Brasil nos últimos dias.

O problema é que nas demais cidades brasileiras tal movimento está ocorrendo há vários dias, o que possibilitou ao Ministério da Educação transferir para o início de dezembro as provas que seriam realizadas nos prédios ocupados, ou remaneja-las para outros locais, evitando deste modo prejudicar os estudantes. Porém, em Capanema a invasão de um dos principais locais de realização das provas do Enem se deu apenas um dias antes, o que pegou todo mundo de surpresa não danado outra alternativa para as autoridades e, principalmente, para as centenas de alunos de Capanema e cidades vizinhas, especialmente de Santa Luzia, que irão fazer provas no local.

Até este momento, não há nenhuma informação a respeito das medidas a serem tomadas afim de resolver o impasse, e a incerteza se os estudantes inscritos no processo seletivo terão o seu direito assegurado de fazer a prova continua.

Mais informações a qualquer momento aqui no blog...

Comentários