O Pará, como sempre, esquecido pela mídia ancional

Do blog Amazonas em Pauta


Cada vez que casos de repercussão nacional vem à tona, fica evidente a discriminação por parte da mídia nacional a personagens do norte do país, em especial do estado do Pará. No triste episódio envolvendo o time da chapecoense, acidente aéreo que matou 19 jogadores e parte da comissão técnica do time, bem como 21 jornalistas e 03 convidados, ficou evidenciada mais uma vez a falta de respeito com o jogador paraense, Lucas Gomes, natural do município de Bragança.

O jogador foi velado e sepultado na cidade de Bragança - onde recebeu muitas e grandes homenagens de autoridades e, principalmente, da população, levando milhares e milhares de pessoas às ruas gerando muita comoção - mas quem assistiu por exemplo o programa Fantástico e os demais programas jornalísticos da Rede Globo, não viu sequer uma única nota sobre o velório, bem como do sepultamento do atleta.

Durante toda a programação, especialmente no Fantástico, a emissora mostrou o velório e sepultamento de todos os outros jogadores, membros da comissão técnica da Chapecoense, dos profissionais de imprensa mortos na tragédia, mas em nenhum momento o velório e sepultamento do jogador Lucas Gomes, foi mostrado.

Isso também se repetiu em outras emissoras que deram ampla divulgação e cobertura a todos, menos ao de Lucas. A TV Liberal, por exemplo, afiliada da Rede Globo no Pará, também não fez questão de cobrir o velório e sepultamento do jogador, que bravamente defendeu as cores do time catarinense e de grandes clubes paraenses também.

Analisando a situação, que foi uma tremenda falta de respeito com familiares e amigos do jogador, bem como para todos os paraenses, parece que Lucas Gomes, não fazia parte do time e parece ter sido esquecido pela mídia em seus últimos momento, com a falta de lembrança, homenagem e o mesmo espaço que foi dado aos demais jogadores da Chapecoense.

Lamentável...

Comentários

Anônimo disse…
Esquecido por eles.....mais lembrado por Deus. ...e por todos nois paraense....saudades eternas
Anônimo disse…
Nós paraenses devemos nos unir e fazer uma campanha pra arrecadar um grande valor em dinheiro, pois agora a família do jogador ñ tem mais a ajuda q recebia desse jovem guerreiro!
Anônimo disse…
Cada paraense doa-se um real!
Fernando lima disse…
É verdade, muita descriminação.