Ex-prefeita de Marapanim é presa acusada de desvio de recursos dos cofres do município

O juiz Gabriel Costa Ribeiro, titular da vara única da Comarca de Marapanim, atendendo requerimento da promotora Sintia Quintanilha Bibas Maradei, acatou denúncia do Ministério Público e decretou nesta quinta-feira, 27, a prisão preventiva da ex-prefeita do município Elza Edilene Rebelo de Moraes e do ex-secretário municipal de Finanças, Richardson Luiz Rebelo de Moraes. Os dois são mãe e filho e desfalcaram os cofres da prefeitura em quase R$600 mil.

O magistrado alegou em seu despacho o cenário calamitoso de Marapanim que está completamente sem recursos, os salários do funcionalismo atrasados e o hospital local não tem nem os remédios mais básicos.

Grande parte dos programas que garantem verbas para o município não estão sendo alimentados em razão da falta de prestação de contas durante a gestão da ex-prefeita, e diversos foram cortados, complicando ainda mais a situação.

Durante o seu mandato, Edilene foi afastada do cargo por fortes indícios de desvios de recursos públicos, no período de 03 de setembro de 2015 até 03 de novembro de 2016.

Comentários