Pesquisadora francesa está em Santa Luzia desenvolvendo atividades para universidade da Itália

A pesquisadora francesa, Alice Centrone - que cursa doutorado em Agricologia, com ênfase no protagonismo feminino, na Universidade de Turim, Itália, e no momento está fazendo intercâmbio no Brasil - está em Santa Luzia desde o início da semana realizando estudos e trabalhos de pesquisa com apoio da Embrapa; Rede Bragantina de Economia Solidária, Artes e Sabores; Ecrama [Escola de Campo Para Jovens Agricultores de Comunidades Amazônica] e Cooperativa Coomar.

O trabalho da pesquisadora, que também é desenvolvido no Senegal, é financiado pelo Cirad [Centro de Cooperação Internacional em Pesquisa Agronômica Para o Desenvolvimento], organismo internacional francês com estatuto de Estabelecimento Público Industrial e Comercial, que tem por missão contribuir com o desenvolvimento sustentável das regiões tropicais e subtropicais por meio de pesquisas, realizações experimentais e ações de formação. Alice que escolheu a região bragantina para desenvolver seu trabalho reuniu-se com a vice-prefeita Lúcia Machado, a Amol [Associação de Mulheres Olímpia da Luz] e lideranças da comunidade quilombola do Jacarequara, além dos conselhos municipais de vários segmentos com o objetivo de trocar experiência, conhecimentos e apresentar os resultados das suas pesquisas para os diversos segmentos sociais ligados ao movimento feminino do município.
Pesquisadora francesa está em Santa Luzia desenvolvendo atividades para universidade da Itália Pesquisadora francesa está em Santa Luzia desenvolvendo atividades para universidade da Itália Reviewed by Reinaldo on 16:30 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.