Zequinha do Zé Guri, assassino da sogra, mesmo foragido é condenado a mais de 46 anos de cadeia

Quase dois anos depois, foi a julgado à revelia nesta segunda-feira [10] o nacional José Francisco do Nascimento, vulgo Zequinha do Zé Guri, assassino frio e covarde da enfermeira Marilene Alexandrino. O crime ocorreu no dia 22 de agosto de 2015 e teve muita repercussão na cidade por causa da crueldade e pelo motivo torpe que levou o genro tirar a vida da própria sogra a tiros.

Foragido da justiça desde então, Zequinha teve a sentença divulgada pelo juiz Manuel Carlos de Jesus Maria, titular da vara única da Comarca de Santa Luzia, na tarde desta segunda-feira após o caso ser levado à juri popular mesmo com a ausência do réu. Os jurados decidiram pela condenação e o juiz sentenciou que pelo crime Zequinha do Zé Guri deverá cumprir pena de 46 anos e 9 meses de reclusão em regime fechado.

Porém, mesmo com a condenação e o empenho da justiça em dá celeridade ao caso a família e os amigos de Marilene, bem como a sociedade ainda têm o sentimento de impunidade atravessado na garganta já que o assassino continua solto sem prestar contas com a justiça.
Zequinha do Zé Guri, assassino da sogra, mesmo foragido é condenado a mais de 46 anos de cadeia Zequinha do Zé Guri, assassino da sogra, mesmo foragido é condenado a mais de 46 anos de cadeia Reviewed by Reinaldo on 19:06 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.